Trânsito

Acidentes de moto deixaram 2.060 com invalidez permanente em 2018

Erik Maia | 28/08/19 - 12h20 - Atualizado em 28/08/19 - 12h20
Arquivo

Acidentes de trânsito matam anualmente centenas de pessoas em Alagoas. A violência no trânsito já é notícia corriqueira, mas um número alarmante que fica oculto entre os dados de acidentes é o de pessoas que ficam inválidas. Só em 2018, foram pagas 2.380 indenizações por invalidez permanente no Estado, e outras 668 foram pagas em casos de morte.

Desse total de pessoas com invalidez, 2060 estavam de moto. Em casos de morte, foram 409 indenizações a famílias de pessoas que estavam em moto ou "cinquentinha" quando se acidentaram. Os dados são do seguro DPVAT, segundo levantamento realizado pela Seguradora Líder, divulgado nesta quarta (28).

Os números mostram que houve redução no número de indenizações, mas os índices ainda são altos. Veja tabela:

Alagoas

Sinistros Pagos

Frota Indicador

DPVAT

2017

4.665

768.221

61

2018

3.548

809.906

44

Em Alagoas houve uma redução de 27,86%

DPVAT = Número de sinistros para grupo de 10 mil veículos

Fonte: Seguradora Líder

Maceió

Sinistros Pagos

Frota Indicador

DPVAT

2017

1.104

308.023

36

2018

857

322.649

27

Em Maceió houve uma redução de 25%

DPVAT = Número de sinistros para grupo de 10 mil veículos

Fonte: Seguradora Líder

Ainda segundo o levantamento da Seguradora Líder, 19% das vítimas dos sinistros de trânsito no estado foram mulheres. No perfil traçado na pesquisa em relação ao total de acidentes, 971 vítimas tinham entre 25 e 34 anos; 803 tinham entre 35 e 44 anos, e 727, entre 45 e 64 anos.

Veja o perfil completo das vítimas em Alagoas: