Alagoas

Análise do Caged mostra Alagoas na 4ª posição na geração de empregos no Nordeste

Assessoria | 26/03/21 - 19h26 - Atualizado em 26/03/21 - 19h30
Itawi Albuquerue/ TNH1

A análise do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do mês de janeiro/2021 mostrou que Alagoas ficou na quarta posição na geração de empregos da região Nordeste. E, mais uma vez, a maior parte deles foram gerados pelas micro e pequenas empresas locais, com 2.039 vagas. Mesmo com o cenário de crise causado pela pandemia, o resultado foi superior ao mesmo período em 2020, quando foram criadas apenas 670.

O saldo de empregos gerados pelas MPE por setor foi liderado pelos serviços, com 905 vagas; seguido pelo comércio, com 592; construção civil, 303; indústria de transformação, 221; agropecuária, 11 vagas; extrativa mineral, seis vagas e limpeza urbana, esgoto, eletricidade e água uma vaga.


Analista da Unidade de Gestão Estratégica do Sebrae Alagoas, Fábio Leão, destaca que os resultados positivos são, em grande parte, em decorrência dos programas de apoio à economia, entre eles: Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda; auxílio emergencial para pessoas em situação de exclusão social; Pronampe - acesso ao crédito e aos programas de transferência de renda, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada.


Fábio Leão destaca que o encerramento dos programas, no final do ano passado, e o retorno do fechamento do comércio já começam a diminuir a tendência da realização de novas contratações. Ele reforça que é preciso agir para mitigar esse impacto, especialmente com o retorno de alguns desses programas de auxílio empresarial. 


"O Governo do Estado lançou uma linha de crédito para beneficiar empresas do setor de turismo. E a sinalização do Senado e da Câmara é de retorno de programas como o Auxílio Emergencial, ampliação do programa de socorro aos empregos e também o Pronampe (crédito)”, ressalta Fábio Leão.


Ainda segundo o relatório de análise Caged, no Brasil, entre julho de 2020 e janeiro de 2021, o saldo de empregos criados pelas micro e pequenas empresas ficou em 195.641 vagas.

Atendimento remoto e presencial


Devido ao novo coronavírus, os empresários da pequena empresa podem contar com o atendimento do Sebrae de forma remota e presencial. A equipe do Sebrae está mobilizada para atender as demandas dos empresários, que também podem contar com a estrutura de cursos online e gratuitos do portal EAD Sebrae com mais de 100 opções de cursos, basta acessar https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/cursosonline.


O empresário pode entrar em contato com a instituição pelos canais remotos e digitais, como o portal sebrae.com.br/alagoas, telegram t.me/sebraealagoas, whatsapp e Telefone 0800 570 0800, chat e e-mail fale.sebrae.com.br, instagram @sebraealagoas, twitter @sebraealagoas, facebook /SebraeAlagoas, youtube @sebraealagoas e o linkedIn Sebrae Alagoas.