Alagoas

Após polêmica sobre retirada de estátua em São Miguel dos Campos, Prefeitura se pronuncia

Redação TNH1 | 06/01/21 - 11h48 - Atualizado em 06/01/21 - 12h27
Reprodução

A Prefeitura de São Miguel dos Campos emitiu uma nota, nessa terça-feira (5), para esclarecer a retirada do monumento boneca Taieira, que homenageia a folclorista Nair da Rocha Vieira e fica exposta na entrada da cidade, no interior de Alagoas. 

Segundo o município, que agora tem a nova gestão com o prefeito George Clemente (MDB), a estátua foi retirada do local para preservação e evitar a degradação e o vandalismo, já que apresentava sinais de depredação.

"A prefeitura de São Miguel dos Campos informa que a boneca Taieira, que estava na entrada da cidade, foi retirada do local para preservá-la e evitar a degradação e o vandalismo - visto que ela já apresentava sinais de depredação. A gestão está preocupada com o bem-estar da escultura e, por isso, levou a peça para a Casa da Cultura, para que ela fique justamente no Espaço Nair da Rocha Vieira, sala que homenageia a grande folclorista miguelense, com o total aval da família", diz trecho da nota.

O caso ganhou repercussão após internautas acusarem o ato da prefeitura como racismo e intolerância religiosa. 

"O objetivo da administração é levar mais informação e mais arte. Colocando a Cultura acima de questões político-partidárias, étnicas ou religiosas. Reafirmando que o maior patrimônio da cultura miguelense é o artista", complementa a nota da prefeitura de São Miguel dos Campos.