Polícia

Armas e drogas são apreendidas pela polícia em três municípios de Alagoas

Ascom PM-AL | 18/06/24 - 18h22
Foto: Divulgação/PM-AL

Em ações de policiamento ordinário, a Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) registrou flagrantes de crimes diversos e retirou das ruas mais armas de fogo, entorpecentes e outros objetos ilícitos em Maceió, Atalaia e Viçosa. 

Na capital, a Companhia de Polícia Militar Independente - Ronda de Ação Intensiva Ostensiva (CPM/I - RAIO) apreendeu um revólver calibre 38, 750 gramas  de maconha e uma balança de precisão, na Grota do Cigano, no Jacintinho. O fato ocorreu por volta de 13h desta terça-feira (18).

Durante motopatrulhamento, a guarnição Raio 01 se deparou com um grupo de indivíduos que, ao avistar a equipe, correu para se esconder na galeria de esgoto. Durante a fuga, eles efetuaram disparos contra os PMs, que responderam à agressão. O grupo dispersou e não foi mais localizado, mas ao realizar buscas pelo perímetro, os policiais coletaram uma sacola plástica contendo o material ilícito, que foi posteriormente apresentado à Polícia Civil, na Central de Flagrantes. 

Uma espingarda calibre 28 com quatro munições e uma espingarda artesanal foram apreendidas em Atalaia pela 3ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I). As guarnições do Pelopes estavam em patrulhamento, quando foram acionadas via Copom para verificar uma suposta tentativa de homicídio na rua São José, no Povoado Branca de Atalaia. Os possíveis autores estariam em um quadriciclo. 

Ao iniciarem as buscas, os policiais seguiram rastros de pneus semelhantes aos de um quadriciclo por uma estrada de barro até se depararem com os suspeitos. Um deles estava com a arma na mão. A segunda arma de fogo foi encontrada na residência daquele que seria o alvo da tentativa de homicídio. Ele não foi localizado. O caso foi encaminhado ao Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Murici.

Um caso envolvendo furto e receptação foi atendido pela 3ª CPM/I em Viçosa na manhã de segunda-feira (17). Populares acionaram a PM diante de um possível arrombamento na Rodoviária do município. O autor, segundo testemunhas, era conhecido na região e teria levado a televisão. Ele foi encontrado, assumiu o furto, mas disse ter vendido o aparelho a outra pessoa. 

No endereço do outro envolvido, este admitiu ter comprado um aparelho das mãos do suspeito de furto e apresentou uma TV de 43 polegadas. A televisão entregue, porém, não era a da Rodoviária e sim, fruto de um furto ocorrido dias antes e praticado pela mesma pessoa. Os envolvidos e o material aprendido foram conduzidos para o Cisp de Murici para realização dos procedimentos cabíveis.