Futebol Nacional

Atlético-MG dá pausa na Libertadores para buscar 10ª final seguida em Minas

17/04/16 - 09h42 - Atualizado em 17/04/16 - 09h42
Reprodução

Nada de Libertadores para o Atlético-MG nos próximos dias. Já classificado no torneio continental, o time alvinegro aguarda pela definição de seu adversário nas oitavas de final. Enquanto isso, a equipe titular se volta para o Campeonato Mineiro. Com força máxima, o Atlético enfrenta a URT, neste domingo, às 16h, no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Pato de Minas.

Presente em todas as decisões desde 2007, o Atlético tenta chegar à final do Estadual pela 10ª vez consecutiva. Sem jogos da Libertadores entre as duas partidas da semifinal, o técnico Diego Aguirre vai escalar o que tem de melhor contra a URT. "Estamos definindo jogos importantes. Quando pudemos, usamos variações, opções. Mas domingo temos outro jogo importante. Vamos com todos", confirmou o treinador.

Mais do que decidir dentro de casa, no próximo sábado, o Atlético joga com a vantagem de poder empatar as duas partidas. Mesmo o discurso na Cidade do Galo é de buscar o triunfo já no primeiro jogo, para ter uma tranquilidade maior na volta, no Independência. A goleada por 4 a 0 sobre o Melgar serve como inspiração e motivação para os atleticanos.

"Agora é outra competição, é outro campeonato. É decisivo, então muda um pouquinho a maneira de disputa. E a cada jogo temos que entrar com o espírito que entramos contra o Melgar. A equipe entrou focada, não deu chances aos adversários", disse Victor, em entrevista à TV Galo.

Em relação ao time que bateu os peruanos na Libertadores, Aguirre vai fazer pelo menos duas mudanças. Uma é o retorno do capitão Leonardo Silva, que cumpriu suspensão na última quinta-feira. Já o volante Leandro Donizete está fora do jogo em Patos de Minas, pois está suspenso. Eduardo é o mais cotado para entrar na equipe.

"É sim uma grande oportunidade e estou preparado, se caso o professor Aguirre optar por mim. Esperamos fazer um grande jogo contra a URT, para sair com a vitória", comentou o jovem jogador, que tem recebido muitas oportunidades do técnico uruguaio.

Se o Atlético vai para o jogo com a motivação de ter fechado o grupo 5 da Libertadores na liderança, a URT chega ao jogo invicta contra os times de Belo Horizonte. Nenhuma derrota diante dos grandes da capital neste Mineiro. Foram dois empates, contra Cruzeiro e América-MG, além da vitória sobre o próprio Atlético, que na ocasião atuou com o time reserva, mas estava reforçado por Victor, Júnior Urso e Robinho.