Maceió

Atropelamento na Menino Marcelo: problema de conexão causou diferença em horário da câmera, diz SMTT

Redação TNH1 | 07/06/21 - 15h08 - Atualizado em 07/06/21 - 15h23
Reprodução

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió afirmou nesta segunda-feira, 7, que uma perda temporária de conexão de câmeras de videomonitoramento com o servidor de gravação das imagens causou a diferença de horário nos registros do dia 30 de maio, data em que o ciclista Rubens dos Santos Silva foi atropelado na Avenida Menino Marcelo, no Benedito Bentes, parte alta de Maceió. 

Familiares de Rubens, que não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte, questionaram o fato de o atropelamento ter ocorrido por volta de 22h50 e as câmeras de trânsito da região terem registrado o horário como cerca de uma hora depois. 

A SMTT informou que solicitou um laudo da empresa que presta serviço de videomonitoramento e que o mesmo será encaminhado para a Polícia Civil. Leia a nota na íntegra

"A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) solicitou um laudo da empresa que presta os serviços de videomonitoramento ao órgão, para apurar as possíveis causas da falha na gravação do acidente ocorrido no último dia (30), na Avenida Menino Marcelo.  

De acordo com o documento encaminhado pelo responsável técnico da empresa, o salto no tempo das imagens ocorreu por perdas temporárias da conexão da câmera com o servidor de gravação das imagens. No momento, estava chovendo o que pode ter sido a causa da instabilidade da conexão.

Esse laudo será enviado para Polícia Civil para auxiliar nas investigações".

Na tarde do último domingo, 6, familiares e amigos de Rubens protestaram na Avenida Menino Marcelo e pediram justiça. A Delegacia de Acidentes da Capital está conduzindo as investigações, sob o comando da delegada Sheila Carvalho