Polícia

Bando suspeito de assaltos na BR-101 estuprou duas passageiras, diz polícia

Dayane Laet com Balanço Geral Alagoas | 05/02/20 - 08h49 - Atualizado em 06/02/20 - 12h06
Confronto terminou com três mortos | Cortesia ao TNH1 / Deic

Durante entrevista concedida ao Balanço Geral Alagoas, o delegado Fábio Costa, da Divisão Especial de Investigação e Captura (Deic) revelou que os três suspeitos de assaltos a ônibus interestaduais que morreram em confronto com a polícia nesta quarta-feira (5), faziam parte de um bando que, além de roubar, estuprou duas passageiras no ano passado.

“Eles ficavam de tocaia em uma parte alta da rodovia e escolhiam o ônibus. Emparelhavam o veículo e obrigavam o motorista a parar e os passageiros a descerem do veículo”, explicou Fábio Costa. “Por duas vezes eles obrigaram uma das passageiras a voltar para o ônibus sozinha e a estupraram”, acrescentou o delegado. Um dos estupros ocorreu em março de 2019 e o outro em dezembro do mesmo ano.

O confronto entre os suspeitos e a polícia aconteceu em Pilar, na região metropolitana de Maceió, mas eles são suspeitos de praticar roubos também em São Miguel dos Campos e Boca da Mata, no interior de Alagoas.

Os feridos ainda foram socorridos até o hospital municipal Nossa Senhora de Lourdes, em Pilar, mas morreram antes de dar entrada na unidade de saúde.