Gente Famosa

Belo lamenta prisão da filha e diz que ela ganha dez salários mínimos de pensão

Istoé Gente | 12/11/20 - 17h54
Reprodução/Redes Sociais

Ainda muito chocado com a prisão de sua filha caçula, Isadora Alkimin Vieira, de 22 anos, nesta quarta-feira (11), o cantor Belo falou sobre o momento difícil que está passando.

“Não tenho o que falar, não consigo falar nada. Primeiro preciso entender. O advogado (que ele contratou para ajudar a filha) está entrando no processo. Ela mora em São Paulo e estava aqui no Rio. Eu nem sabia! Minha mãe tem 80 anos, mora comigo, estou saindo da Covid-19 hoje. A última vez que ela esteve aqui na minha casa foi no Carnaval”, contou ele para a revista Quem.

O pagodeiro ainda revelou que sempre pagou a faculdade da herdeira e que, segundo ele, nunca deixou faltar nada para a ela: “Ela faz faculdade de odontologia, está no terceiro período. Não entendi nada até agora, ela não tem necessidade de nada disso. Ela mora com a mãe, ganha dez salários mínimos por mês da pensão que eu pago. Sempre paguei tudo para ela, a vida inteira. Sempre fui um pai presente. Estamos atordoados, sem entender nada. Ela mora na Zona Leste de São Paulo, tem uma vida boa, é filha única da mãe dela. Agora preciso entender o que está acontecendo. Só entrei no caso agora, fui um dos últimos a saber, a mãe dela não tinha nem me comunicado. Mas vou fazer o que for preciso para ajudar a minha filha”, concluiu.

Isadora Alkimin Vieira está detida em uma Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), no Rio de Janeiro. Ela está respondendo a acusação de integrar uma quadrilha especializada em golpes eletrônicos.

Além da jovem, Belo também é pais de mais três filhos: Paula, Arthur Paulo e Ingrid.