Alagoas

Bombeiros contaram com militares de folga em resgate na praia da Barra de São Miguel

Paulo Victor Malta | 18/10/21 - 08h54 - Atualizado em 18/10/21 - 09h42
Na imagem, o SGT R Brandão, SGT Pereira e Cb Magalhaes | Divulgação / Corpo de Bombeiros

O resgate de seis pessoas que se afogavam na praia da Barra de São Miguel, nesse domingo, 17, no Litoral Sul de Alagoas, contou com o apoio de dois bombeiros que estavam de folga. O relato da ocorrência foi detalhado pelo sargento R Brandão, que estava a postos com a equipe de guarda vidas na Praia do Francês, em Marechal Deodoro. 

Segundo o militar, a movimentação nas praias do Litoral Sul era intensa desde às 8h, quando mais de 15 ônibus já haviam chegado ao Francês com populares para o dia de sol na praia. Leia o relato na íntegra. 

"Domingo, 17 de outubro. Mais um domingo bastante movimentado na Praia do Francês, na chegada nos deparamos com mais de 15 ônibus na praia. Desde das 08:00 os apitos dos Guarda Vidas já cantavam em alto volume alertando os banhistas sobre os perigos da praia.

Por volta das 10h, a central nos aciona para um Afogamento na Barra de São Miguel, com 6, isso mesmo 6 vítimas na água. E lá fomos eu (Sgt R Brandão), Sgt Pereira e Cabo Magalhães. Neste momento o demais da Guarnição estavam todos empregados nas Prevenções na praia, avisamos a eles que estavam indo pra ocorrência e que ele ficassem atentos na praia do Francês, pois o fluxo de banhistas estava grande e mar estava pesado.

Seguimos para Barra, no Caminho a Guarnição da GSA 01, sob Comando do Sgt Silva Filho, faz contato conosco oferecendo apoio, e perguntou se era melhor apoiar na praia do Francês ou na ocorrência. Como não sabíamos a situação real da Barra de São Miguel, pedimos apoio para a Barra. Ouvimos a central solicitar o apoio do Grupamento Aéreo.

Fomos a primeira equipe a chegar no local, ainda nas ruas adjacentes a praia, nos deparamos com uma senhora desesperada pedindo socorro e nos indicando onde era a ocorrência. Magalhães foi o primeiro a sair da VTR e já alertou tem vítima na água, e seguiu para resgatá-la. Não sabíamos ao certo quantas vítimas eram.

Quando eu e Sgt Pereira descemos, já vimos a situação de múltiplas vítimas na areia e a população desesperada pedindo por socorro. Fomos para vítimas na areia sem saber  quantas estavam dentro da água, na areia eram 3 vítimas inicialmente. Ao verificar a situação das 2 primeiras vítimas (que estavam estáveis) indiquei que o Sgt Pereira entrasse no mar para apoiar o Cb Magalhães. Ao chegar na 3ª vítima da areia, esta estava desacordada mas com sinais vitais estáveis, uma médica se apresentou e ofereceu ajuda. Pedi que ela monitorasse a vítima enquanto eu ia buscar o Oxigênio na VTR. Neste momento saiu mais uma vítima do mar com apoio de surfistas.

Abordei a vítima, muito cansada, mas estável.

Segui para VTR para buscar o O2. Neste momento encontro com o SD HIRAN, que de folga foi alertado por amigos que estava acontecendo uma ocorrência na Barra de São Miguel, ele que mora no Francês não pensou 2x e seguiu com sua moto para apoiar na ocorrência, pedi que o Hiran entrasse no mar para apoiar os GVs que estavam no mar.

Logo em seguida chegou a aeronave do BM para atuar na ocorrência. Quando cheguei com o O2 a vítima já estava consciente, então tinham 4 vítimas na areia e segundo os relatos 1 na água.

Chega nesse momento o SD ANDRADE, também de folga e morador da Barra, o Hiran antes de seguir pediu apoio ao Andrade também.

Como já estávamos com 3 GVs na água e apoio do aéreo, pedi ao Andrade que ajudasse no monitoramento das vítimas na areia.

Neste momento chegou também a AR do Trapiche e a VTR do GSA, todos atuando no atendimento as vítimas.

Quando a vítima foi retirada do mar, questiono a ele quantos eram no total, e ele me diz que eram 6.

Naquele momento, precisávamos achar 6ª vítima, não estávamos com ela na areia.
Foi quando eu fui atrás dos pais das vítimas que estavam lá e perguntei pela 6ª vítima, era uma jovem que na não estava na praia. Ela tinha sido levada pra casa, mas estava passando mal, e eles pediram nossa ajuda.

Segui com a guarnição da AR para vítima, enquanto estavam no atendimento chegou uma VTR do SAMU e também nos apoiou.

Percebi também que sobrevoava a aeronave da PM em apoio a situação.

Com o médico da aeronave já em solo e fazendo a avaliação das vítimas, seguimos com uma das vítimas para UPA do francês.

A Guarnição do GSA seguiu para o Francês para apoiar os militares lá na praia.

Na UPA, chegou pouco depois da gente a SAMU com mais uma vítima. As demais haviam sido liberadas no local.

Enalteço mais uma vez a atuação do Soldados Hiran e Andrade, que saíram de suas casa em seu domingo de folga, e foram de grande valia na ocorrência.

Meus parabéns também a Guarnição que ficou na praia do Francês (Sgt Cleto, Sgt Paixão, Sd  Ana, Sd Ataide) atentos na praia movimentada, e atuaram em 2 afogamentos enquanto estávamos na Barra.

Agradeço o apoio e preocupação da guarnição do GSA (Sgt Silva Filho, Sgt Monteiro, Sgt Hélio e Sd Araújo) que seguiu para o Francês enquanto estávamos na UPA.

Mais um dia de mar pesado, as ondas na Barra estavam sinistras.

Saio mais um vez honrado em trabalhar com os melhores e valendo a máxima "Quem estará ao seu lado na trincheira, importa mais que a própria guerra"

SALVAMENTO!!!

SGT BM R Brandão - Tubarão 83".