Brasil

Carla Zambelli sofre aborto após nove semanas de gestação

12/11/19 - 16h08

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) sofreu um aborto retido. A parlamentar estava grávida de nove semanas. A informação foi confirmada pela assessoria da deputada.

Zambelli recebeu a confirmação do aborto na manhã desta terça-feira (12/11/2019) em exame de ecografia gestacional. Este seria o segundo filho da deputada, que já é mãe de um menino.

O aborto retido acontece quando o embrião morre e não é expulso para o exterior. O bebê pode ficar dentro do útero por semanas ou mesmo meses.

“Tomamos todos os cuidados recomendados, mas as atribulações e o grande estresse dos últimos dias podem ter influenciado”, afirmou, em nota. Por recomendação médica, Zambelli aguardará a perda espontânea.

A deputada paulista não marcou presença, nesta terça, no debate sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre a segunda instância na Câmara dos Deputados.

Após se recuperar pela parte manhã, Zambelli estará de volta na parte da tarde. A presença foi confirmada pela assessoria da deputada.

Zambelli se casou com o Coronel da Polícia Militar do Ceará (PM-CE), Antônio de Oliveira, em 24 de outubro deste ano.

"