Futebol Nacional

Clubes aprovam e Série A do Brasileirão vai ter VAR em todos os jogos

Redação TNH1 com Folhapress | 22/02/19 - 16h43 - Atualizado em 22/02/19 - 17h49
Livia Villas Boas / Staff Images

Em reunião no Conselho Técnico da Série A do Brasileirão 2019 nesta sexta-feira (22), os 20 clubes da Série A do Brasileirão aprovaram a proposta da Confederação Brasileira de Futebol e todos os jogos da competição vão ter o árbitro de vídeo (VAR em inglês). 

A CBF assumirá, integralmente, os custos com tecnologia e infraestrutura, cabendo aos clubes apenas o pagamento das despesas com o capital humano, como ocorre, tradicionalmente, com as equipes de arbitragem.  

No caso dos técnicos, o Flamengo levantou proposta contrária para manter sem limites. A maioria dos clubes votou juntamente com os rubro-negros, enquanto alguns poucos foram contra. Além disso, os clubes aumentaram a limitação para jogadores no elenco. A CBF tinha proposta que fosse de 40 atletas. Os times aprovaram com 45 jogadores, mais uso livre da divisão de base.

Essas propostas foram feitas pela CBF com intenção de fazer a modificações no Brasileiro. A confederação já tinha proposto em anos anteriores essa restrição à troca de técnicos, mas os times sempre têm ser demonstrado contra a ideia. Isso se confirmou novamente na reunião desta sexta-feira.

A filosofia do VAR

Vale lembrar que o uso do árbitro de vídeo tem como lema “interferência mínima, benefício máximo”. A utilização da tecnologia visa diminuir erros claros nas seguintes situações:

- Gol / Não gol
- Penalidade/Sem penalidade 
- Cartão vermelho direto
- Identificação equivocada