Alagoas

Com 81% de leitos de UTI ocupados, governador anuncia novas medidas ainda neste domingo

João Victor Souza | 07/03/21 - 13h03 - Atualizado em 07/03/21 - 16h00
Itawi Albuquerque

O governador Renan Filho (MDB) vai anunciar novas medidas para o enfrentamento da pandemia em Alagoas ainda neste domingo, 07. Uma reunião com representantes do Governo acontece um dia depois de o Estado atingir 81% da taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid. 

Às 15h50, Renan Filho publicou no Twitter que o pronunciamento vai ser feito a partir de 17h de hoje. "O momento é delicado! Nos últimos sete dias ocorreram 10 mil mortes no país e a pandemia já vitimou mais de 264 mil brasileiros. Estamos perto da imunização por vacina. Vamos salvar vidas!", disse.

A informação das novas determinações foi divulgada no início da tarde pelo secretário de Comunicação, Ênio Lins. Segundo Lins, o governador Renan Filho discute o quadro atual da Covid-19 com o presidente da Associação dos Município de Alagoas (AMA), Hugo Wanderley, com o secretário de Saúde, Alexandre Ayres, do Gabinete Civil, Fábio Farias, de Planejamento, Fabrício Marques, e de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça.

Ontem, Alagoas chegou ao número de 3.073 óbitos causados pela doença, além de um total de 134.949 casos confirmados. Atualmente, ainda há 13.228 casos em investigação laboratorial.

Dos 341 leitos de UTI disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesau), 243 já estão ocupados, o que chega a porcentagem de 81% de preenchimento. Na última segunda, o Estado estava com 72%, o que mostra a crescente de 9% de ocupação em cinco dias.

Com a volta do crescimento de casos do novo coronavírus no estado, o governo de Alagoas decidiu pela volta do Estado à chamada "fase amarela" da matriz de risco, por um prazo, inicial de 7 dias. O anúncio foi feito na última quinta-feira, 04.

Secretário de Saúde faz apelo

Na manhã de hoje, o secretário Alexandre Ayres fez um pedido para a população ficar em casa e não provocar aglomeração de pessoas, para assim colaborar com o enfrentamento da doença. 

"Eu queria pedir a você que está com sua programação hoje de aglomeração organizada, que você suspenda pensando na pessoa que você ama, na sua saúde. O Brasil inteiro está explodindo, aqui Alagoas ainda está resistindo, mas não vamos aguentar se vocês não colaborarem. Hoje não é dia de praia, não é dia de barzinho com aglomeração. Hoje é dia de você ficar em casa, refletindo de que maneira você pode ajudar", disse.

"Não vamos olhar para trás, nem arrumar culpados. O que a gente precisa agora é que cada um faça sua parte, e que a gente possa de maneira conjunta passar por esse momento difícil. Vamos ajudar. Seja uma parte nesse processo de melhoria aqui no Estado", concluiu.