Mercado de Trabalho

Crise: GM abre período de férias coletivas para metalúrgicos em São José dos Campos

02/02/17 - 10h24 - Atualizado em 02/02/17 - 10h25

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos informou que a General Motors vai abrir um período de férias coletivas na fábrica que a montadora mantém no município.

Cerca de 2,2 mil trabalhadores dos setores de produção dos veículos S10 e Trail Blazer e da estamparia e injetora devem ser atingidos. O número é quase a metade do total de empregados na unidade, estimado em torno de 5 mil, informou o sindicato.

O período das férias coletivas vai de 13 de fevereiro a 2 de março. Segundo a entidade, o principal modelo produzido na fábrica é a caminhonete S10. O número de veículos desse modelo, produzidos no ano passado, alcançou 52 mil unidades, das quais 30% foram exportados para o México, país de onde a montadora traz os modelos Captiva e Tracker.

Em comunicado, o presidente do Sindicato, Antônio Ferreira de Barros, o Macapá, disse que a medida pode ser uma consequência da política adotada pelo novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

“A GM ainda não disse o que a levou a implantar as férias coletivas, mas é possível que já seja consequência da crise nas relações diplomáticas entre México e Estados Unidos, deflagrada com a posse de Donald Trum", afirmou.

Procurada pela Agência Brasil, a montadora disse que não vai se manifestar a respeito.O sindicato da categoria informou ainda que já solicitou uma reunião com os representantes da empresa.