Futebol

Cruzeiro 1 x 2 CSA: expulsão, socos e gás de pimenta marcam confusão entre jogadores

Futebol Interior | 27/09/21 - 09h01 - Atualizado em 27/09/21 - 09h06
Reprodução/TV Globo

Não passou impune a confusão com direito a troca de socos e gás de pimenta logo após a vitória do CSA por 2 a 1 para cima do Cruzeiro neste domingo, na Arena Independência, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O árbitro Flavio Rodrigues de Souza relatou que expulsou o lateral Cristovam, do time alagoano, e o volante Adriano, da Raposa.

Sobre a expulsão de Adriano, falou: “Expulso após o término da partida por correr em direção ao atleta n* 02 da equipe visitante, senhor Cristovam Roberto Ribeiro da Silva dando socos e empurrões no mesmo, com isso provocando um tumulto generalizado. Informo que não foi possível apresentar no campo de jogo o cartão vermelho para o atleta referido, devido ao tumulto ocorrido.”

Já sobre Cristovam: “Expulso depois do término da partida por, após ser atingido com socos e empurrões pelo adversário de n*15 Adriano Firmino dos Santos da Silva, revidou com socos e empurrões este mesmo adversário gerando um tumulto generalizado. Por este motivo não foi possível apresentar no campo de jogo o cartão vermelho para o atleta referido.”

Em campo, o árbitro ainda expulsou Rafael Sóbis por reclamação: “Por insistir reclamando contra as decisões da arbitragem de maneira ostensiva e desrespeitosa, dizendo as seguintes palavras com o dedo em riste: ‘Não foi porra nenhuma mesmo’.”

CONFUSÃO
A confusão aconteceu logo após o apito final. Jogadores de ambos os times trocaram socos e a polícia precisou intervir com gás de pimenta. Os jogadores criticaram a atitude do policial, dentre eles, Giovanni, que chamou o mesmo para briga em pleno estacionamento do Independência. O destemperamento do time do Cruzeiro chamou muita atenção.