Brasil

Dirigente do ABC é encontrado morto dentro do próprio carro em Natal

Agência Futebol Interior | 21/06/19 - 19h58 - Atualizado em 22/06/19 - 12h53
Divulgação/ABC

Leonardo Queiroz, supervisor de futebol do ABC, foi encontrado morto nesta sexta-feira, dentro do próprio carro. Ele tinha 42 anos e trabalhava no ABC há 12. Segundo o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), o corpo apresentava facadas na região do pescoço e foram identificados sinais de que houve luta no interior do veículo.

O carro foi encontrado com as portas fechadas e com Queiroz no banco de passageiro. De acordo com a Polícia Militar, até o momento não foram achadas pistas de um possível assassino ou sequer da motivação do crime. O ABC emitiu nota de pesar e se manfestou sobre a morte do funcionário. 

"Exemplo de profissional dedicado e comprometido, passou pelo Departamento de Futebol das categorias de base e por último estava como supervisor de futebol do Departamento de Futebol Profissional. O velório de Leonardo Queiroz será realizado no Centro de Velório Morada da Paz, na Avenida São José, nesta sexta-feira (21), a partir das 23h. A missa de corpo presente está marcada para este sábado (22), às 8h, no mesmo local. O sepultamento acontece logo em seguida, às 10h, no Cemitério Morada da Paz, em Emaús. Todos que fazem o ABC Futebol Clube externam os mais sinceros sentimentos aos familiares e amigos, neste momento de imensa dor e tristeza", comunicou o ABC.

Grande rival do time abecedista, o América de Natal publicou uma postagem nas redes sociais para lamentar a morte do supervisor de futebol. “Neste momento de dor, o América Futebol Clube se solidariza com todo o ABC Futebol Clube, parentes e amigos do Supervisor de Futebol Leonardo Antônio Medeiros Queiroz, carinhosamente conhecido no meio do futebol como "Léo", vítima da violência que aterroriza a população potiguar”, publicou a página do Mecão