Brasil

Eduardo Paes descarta carnaval em julho no Rio: 'Impossível'

G1, no Rio de Janeiro | 21/01/21 - 13h39 - Atualizado em 21/01/21 - 13h41
Reprodução

O prefeito Eduardo Paes (DEM) descartou a possibilidade de o carnaval ser realizado em julho do Rio. Em uma sequência de postagens nas suas redes sociais, Paes disse "ser impossível" preparar a cidade para a festa fora de hora, mesmo com a vacinação em curso.

O carnaval este ano iria de 13 a 16 de fevereiro (sábado a terça). Os desfiles na Sapucaí e os blocos autorizados haviam sido inicialmente adiados para julho devido à pandemia.

"Nunca escondi minha paixão pelo carnaval e a visão clara que tenho da importância econômica dessa manifestação cultural para nossa cidade", escreveu Paes.

"No entanto, me parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho", destacou.

"Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021", detalhou.

"Certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos", postou o prefeito.

Desfiles com vacina

Quando deliberou sobre o adiamento para julho, a plenária da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) condicionou a realização do desfiles à campanha de imunização contra a Covid-19.