Maceió

“Ele ainda está tentando assimilar o que aconteceu, está muito abalado”, diz advogado de bancário que provocou acidente na Fernandes Lima

Teresa Cristina | 26/07/21 - 16h38 - Atualizado em 26/07/21 - 17h54
Reprodução

O bancário S.P.S.F, que provocou um acidente na última sexta-feira (23) na Fernandes Lima, deixando dois mortos e uma mulher ferida, está preso no presídio Baldomero Cavalcanti. Ele foi transferido para a unidade prisional nesse domingo (25) e está dividindo uma cela especial com outros quatro presos, que também possuem nível superior como ele, que é formado em Ciências Contábeis. 

“Ele ainda está tentando assimilar o que aconteceu, está muito abalado”, disse Diego Albuquerque, advogado do bancário.

O advogado informou que a defesa não vai se pronunciar mais sobre o caso e aguarda o andamento das investigações. “Nossa estratégia é não falar agora, já que a apuração está em andamento”, acrescentou Albuquerque.

No sábado (24), o juiz Rodolfo Osório Gatto decretou a prisão preventiva do motorista, que foi  foi autuado em flagrante pelos crimes de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor.

O acidente 

Na manhã da última sexta-feira (23), S.P.S.F conduzia um Jeep Renage quando invadiu a contramão na Avenida Fernandes Lima. 

O motorista atingiu duas motos, que seguiam no sentido correto da via. O vigilante Pedro Alves de Souza morreu na hora. Quitéria Gonçalves de Amorim e José Cicero da Silva Santos, que estavam na outra motocicleta, foram socorridos ao Hospital Geral do Estado (HGE). Quitéria foi submetida por uma cirurgia e permanece internada. Já José Cícero morreu, na noite de ontem, após passar por procedimentos cirúrgicos.