Eleições

Eleitores denunciam máscaras com chip para 'identificar voto' em Delmiro Gouveia

Teresa Cristina | 15/11/20 - 13h31 - Atualizado em 15/11/20 - 14h10
Reprodução

O uso de máscaras com chips para identificar votos. Esta prática foi denunciada na cidade de Delmiro Gouveia. Eleitores relataram que receberam as máscaras do candidato à reeleição, Padre Eraldo (PSD).

À reportagem do TNH1, o advogado Marcelo Brabo, da coligação da candidata Ziane Costa, informou que as denúncias davam conta de que os eleitores receberam R$ 100 e uma máscara. Em um áudio enviado ao advogado, um eleitor diz que o chip na máscara comprovaria em quem o voto foi dado.

“Estes eleitores informaram que quem forneceu as máscaras foram pessoas da coligação do Padre Eraldo, disseram que não votassem em outra pessoa, que eles conseguiriam identificar”, relatou Brabo.

Veja o vídeo:

O advogado entrou em contato com a Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e o Ministério Público, onde formalizou a denúncia. Ele disse que também acionou as Polícias Federal e Militar.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) disse que não tem informações sobre o caso.

Ao TNH1 o advogado da coligação de Padre Eraldo, Paulo Bezerra, disse que não tem ciência da denúncia.