Futebol Nacional

Em Brasília, Flamengo faz duelo direto por vaga no G4 contra o Atlético-MG

10/07/16 - 07h07 - Atualizado em 10/07/16 - 07h08

O objetivo do Flamengo é terminar entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro para poder disputar a Libertadores da América em 2017. Para isso, terá de voltar a vencer jogos difíceis, como o confronto com o Atlético Mineiro, neste domingo às 11 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela 14ª rodada da Série A.

Com 20 pontos, o rubro-negro está em uma faixa intermediária da competição, assim como o clube mineiro, que possui a mesma pontuação, mas leva desvantagem no número de vitórias (6 a 5).

Irregular na competição, o técnico Zé Ricardo espera fazer com o que o time possa ter uma maior sequência de vitórias, sem grandes quedas, como aconteceu no último fim de semana, quando foi goleado pelo Corinthians por 4 a 0, no Itaquerão, em São Paulo.

Apesar de ser uma semana livre de jogos, o treinador não teve motivos para comemorar. Além de receber o diagnóstico da lesão no joelho esquerdo de Ederson, que o afastará dos gramados por um mês, o treinador também perdeu Alan Patrick, que sentiu dores na coxa e não foi relacionado para o jogo.

Com luxação no braço direito, o lateral Rodinei é outro que ficará sem jogar por um mês. Em seu lugar, Pará, titular em 2015 retorna para a posição. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o centroavante Guerrero completa a lista dos ausentes pelo lado rubro-negro.

Ainda sem a definição se será o treinador do clube até o final da temporada, Zé Ricardo se esquiva das perguntas sobre permanecer como interino e mantém o foco dentro de campo. O treinador também tenta não lamentar os vários desfalques e aposta em Felipe Vizeu, com quem trabalhou nas categorias de base. O jogador substitui o peruano Guerrero.