Eleições

Em primeira entrevista após eleito, JHC fala em 'gestão ouvindo a população'

Redação/Fotos: Itawi Albuquerque/TNH1 | 29/11/20 - 20h02 - Atualizado em 30/11/20 - 08h57

O prefeito eleito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB), o JHC, concedeu sua primeira entrevista coletiva após a apuração das urnas e a divulgação do resultado das eleições deste domingo (29).

Caldas fez seu primeiro discurso afirmando que fez uma campanha independente e prometeu fazer uma gestão ouvindo a população.

"Começamos essa jornada de forma independente, com muita coragem e hoje consolidamos um sonho pra Maceió, que queria mudança e a mudança chegou. A partir de agora é falar e fazer essa mudança. Estamos aqui para parabenizar todo o povo da minha querida Maceió que, com coragem, escolheu a independência. Vamos dar continuidade a esse trabalho", disse o prefeito eleito, ao lado do vice-prefeito, Ronaldo Lessa (PDT).

Apoiadores compareceram ao hotel em Cruz das Almas onde JHC concedeu primeira entrevista.

JHC declarou ainda que deve priorizar os bairros afetados pelo afundamento de solo. Caldas enalteceu aliados, criticou adversários, mas se colocou a disposição para conversar com o governador Renan Filho (MDB) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Nós iremos conversar com todos e fazer o melhor para Maceió. Eu serei um prefeito trabalhador, perto do povo que vai para as ruas, sofrer cada drama, que vive nos quatro bairros sofridos de Maceió: Pinheiro, Bebedouro Mutange e Bom Parto", prosseguiu.

JHC e Lessa: chapa venceu com quase 60% dos votos

João Henrique Caldas agradeceu aos eleitores e também a familiares e aliados políticos.

"Hoje realizamos esse sonho de uma Maceió diferente e mostrando que apontando pro futuro, de maneira limpa, honesta e propositiva. Se não fosse pela coragem do nosso povo, não conseguiríamos fazer essa mudança. Agredeço minha esposa, minha mãe e também ao meu vice, Ronaldo Lessa; ao senador, Rodrigo Cunha e a todos que me apoiaram", prosseguiu.

Auditório ficou lotado para primeira entrevista/Foto: Itawi Albuquerque/TNH1

CONCURSOS E NÚMERO DE SECRETARIAS

Durante entrevista coletiva, João Henrique Caldas garantiu que irá realizar concurso público e citou duas áreas. Saúde e Habitação. Perguntado sobre o número de secretarias municipais, acabou não confirmando se irá ou não diminuir o número de pastas.

"Vamos fazer concurso público, temos um baixo efetivo na guarda municipal. Temos obras paralisadas e não temos engenheiros para conceder laudos técnicos. Temos um déficit de 192 médicos na Saúde. Devemos preencher essas vagas com concursos. Sobre as secretarias, confesso que algumas acabaram se juntando e burocratizando ainda mais. Teremos pastas enxutas, mas que deem resultados. Não pode ter a sensação de diminuir o número sem efetividade nos serviços", pontuou.