Alagoas

Governador Renan Filho faz apelo para que população use máscaras e mantenha distanciamento

Lelo Macena e Paulo Victor Malta | 27/05/21 - 16h02 - Atualizado em 27/05/21 - 17h31
Reprodução

Durante a entrevista coletiva que anunciou o novo decreto e as medidas mais rígidas para conter o avanço da Covid-19, em Alagoas, na tarde desta quinta-feira, 27, o governador Renan Filho voltou a ressaltar a importância do distanciamento social e, principalmente, do uso de máscaras no combate à transmissão da doença.

"A máscara protege a pessoa. Se todo mundo usa máscara, o cidadão se protege e protege o outro também. Essa coisa da máscara é incrível. Quando a gente usa uma máscara, a gente pensa que está se protegendo apenas, mas não é apenas isso, a gente está protegendo o outro mais do que a nós mesmos", disse o governador, que seguiu fazendo um apelo à população para o uso da proteção.

 "Se nós, de máscara, conversarmos com outra pessoa sem máscara, a chance de um dos dois contaminar o outro é muito maior, da pessoa que está sem máscara contaminar o que está utilizando, por exemplo, expelindo gotículas no olho ou na face do outro. É muito importante que todo mundo use máscara", pediu Renan Filho.

Ainda sobre o uso de máscara, Renan Filho fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro. “O presidente da República tem dado péssimos exemplos nos últimos dias. De maneira que incentiva as pessoas a não usarem máscara, desdenha de aglomeração e desvaloriza vacinas. Isso muito afeta o Brasil nessa pandemia", afirmou Renan Filho.

Papel fundamental da população

Presenta à coletiva, o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, voltou a afirmar que a população tem papel fundamental no combate à pandemia. "Quando fizemos há alguns dias as orientações ao Governo de Alagoas para a ampliação da flexibilização, nós ressaltamos a importância da participação do cidadão alagoano. Se o cidadão não entender o seu papel no enfrentamento, cada vez ficará mais difícil de a gente vencer essa guerra. O que a gente precisa é que essa obrigação e responsabilidade não fique somente nas costas do poder público. O cidadão precisa entender que não é o momento de aglomerações, não é o momento de sair de casa sem a utilização de máscaras e sem realizar sua higienização pessoal", disse Ayres.

O secretário também fez um apelo à parcela da população que já está vacinada e mostrou a necessidade de essas pessoas não relaxarem nos cuidados e medidas de proteção. "Temos hoje cerca de 10% da população vacinada com as duas doses, cerca de 300 mil pessoas. Mas isso não pode ser confundido como salvo-conduto, para as pessoas saírem às ruas, deixarem de se proteger ou utilizar suas máscaras e realizar a higienização. Por que digo isso? Porque mesmo vacinadas, essas pessoas podem continuar se infectando e transmitindo a Covid-19. A vacina traz uma segurança para evitar que as pessoas agravem e isso vai atender diretamente a nossa ocupação hospitalar e, claro, iremos salvar cada vez mais vidas. Mas precisamos que a população que está sendo vacinada, continue com a sua proteção pensando no bem coletivo", finalizou.

Lei do uso de máscaras sancionada

No último dia 20 de abril, o governador Renan Filho sancionou nessa segunda-feira (19) a Lei Nº 8.407, que torna obrigatório o uso de máscara de proteção contra a Covid-19 em locais públicos, em todo Estado de Alagoas. A próxima etapa é a regulamentação, que vai definir como será feita a fiscalização e quem terá a competência de fiscalizar, advertir e aplicar as multas a quem descumprir as normas sancionadas.