Nordeste

Homem de 35 anos é morto pela companheira em apartamento de luxo de Salvador

G1 | 11/01/21 - 10h37
Reprodução/Redes Sociais

Um homem de 35 anos foi morto a tiros pela companheira neste domingo (10), em um apartamento de luxo no Horto Florestal, bairro nobre de Salvador.

Conforme informações registradas pela polícia, a vítima, Elton Gonçalves Campelo, foi atingida na cabeça. Após o crime, a companheira dele cometeu suicídio. A mulher, de 33 anos, identificada como Isabela de Araújo Valença, foi encontrada morta com uma marca de tiro na cabeça.

Informações iniciais apontam que a mulher era namorada da vítima e que Elton era empresário, filho de uma tradicional família da cidade de Juazeiro, no norte da Bahia. Não há detalhes sobre se alguém presenciou o crime ou se os dois já foram achados mortos dentro do imóvel.

As polícias Civil e Técnica foram acionadas para remoção dos corpos e perícia. A motivação do crime é investigada.

Mulher que matou companheiro em Salvador postou foto do casal horas antes do crime

A mulher que matou o companheiro com um tiro, em um apartamento de luxo do Horto Florestal, em Salvador, havia postado uma foto do casal nas redes sociais horas antes do crime. Depois de balear o namorado, ela cometeu suicídio.

O caso aconteceu na manhã domingo (10). Elton Gonçalves Campelo, de 35 anos, morreu na hora. Uma amiga do casal, que não quis se identificar, disse que ele e a namorada, Isabela de Araújo Valença, 33, tinham um relacionamento aparentemente tranquilo e estavam sempre juntos.

Segundo a amiga, os dois moravam na cidade de Petrolina (PE), que faz limite com Juazeiro, no norte da Bahia. Eles estavam em Salvador a passeio. O casal não morava na mesma casa, mas trabalhava junto, administrando uma plantação de fruticultura.

Elton e Isabela eram namorados desde 2018. A última foto publicada por Isabela, por volta das 20h de sábado (9), mostra o casal junto em um barco. Nas redes sociais, amigos dos dois publicaram mensagens de luto e pediram orações.

Até esta segunda-feira (11), não havia detalhes sobre os sepultamentos. O crime é investigado pela Polícia Civil como homicídio seguido de suicídio. A polícia detalhou que os corpos foram encontrados no final da tarde de domingo. A motivação do crime está sendo apurada.