Brasil

Homem que matou casal por suposta transmissão de covid-19 segue foragido

UOL | 18/08/21 - 08h58 - Atualizado em 18/08/21 - 09h00
Reprodução Facebook

O suspeito de matar um casal a tiros e ferir um jovem na perna devido a uma suposta transmissão de covid-19 a seus familiares continua foragido. O crime aconteceu ontem em Itumbiara, na região sul de Goiás.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito teria sido motivado por vingança já que perdeu o pai e o irmão para a doença. O atirador, que não teve a identidade divulgada, usou uma pistola e disparou cerca de 20 tiros no local.

De acordo com o delegado Felipe Sala, do Grupo de Investigação de Homicídios de Itumbiara, o autor dos disparos culpou Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, e a esposa, Marília Silva e Silva, de 37, pela infecção e posterior morte por covid de seus familiares.

O crime ocorreu no galpão onde as vítimas trabalhavam. O homem foi atingido na cabeça e a mulher, no rosto. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. Flanklaber Silva e Silva Junior, de 21 anos, foi atingido na perna e foi socorrido. O suspeito fugiu após os disparos.

"Eles estavam sofrendo ameaças de morte, pois eram acusados de ter transmitido covid-19 para a família do atirador. O suspeito foi ao local para vingar a morte dos parentes", explicou Felipe Sala.