Educação

Influenza: Semed vira posto de vacinação para professores de Maceió

Secom Maceió | 19/05/20 - 12h46 - Atualizado em 19/05/20 - 13h24
Foto: Ascom Semed

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) será ponto de vacinação contra Influenza/gripe (H1N1, H3N2 e Infuenza B). A campanha tem início nesta terça-feira (19) e vai até quinta (21), das 8h30 às 16h30, na sede da secretaria que fica situada na Rua General Hermes, nº 1199, Cambona.

De acordo com  a Semed, o posto vai atender professores das redes privada e pública de ensino. 

O objetivo da ação é oferecer um local alternativo para que os professores possam ser vacinados contra Influenza, uma vez que fazem parte do público incluído na terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, que teve início no dia 18 de abril e segue até o dia 05 de junho.

A diretora de Gestão Administrativa, Luciana Morais, ressalta que os servidores que ainda não tomaram a vacina e se enquadrem em um dos grupos prioritários listados abaixo poderão comparecer. Os professores de escolas públicas e privadas devem apresentar crachá, declaração ou contracheque.

Luciana reforça que é necessário levar o cartão de vacinação, caso tenha, e que todos compareçam utilizando máscara, visando à proteção individual e daqueles que estarão presentes.

A gestora pede ainda que as pessoas que estiverem com sintomas gripais devem aguardar a melhora do quadro e se vacinar em outro dia e local.

GRUPOS PRIORITÁRIOS PARA A VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA:

Idosos (60 anos e mais) – apresentar documento de identidade; Trabalhadores da saúde – apresentar crachá, contra-cheque, declaração ou carteira do conselho de classe; Profissionais das forças de segurança e salvamento – apresentar levar identidade policial; Pessoas com doenças crônicas – apresentar receituário, relatório médico, resultado de exame laboratorial ou prescrição médica; Caminhoneiros – apresentar carteria de habilitação C ou E; Profissional de transporte coletivo (motoristas e cobradores) – apresentar crachá, declaração ou documento de habilitação D. Exceto taxistas e motoristas de aplicativo; Trabalhadores portuários e funcionários do sistema prisional – apresentar crachá, declaração ou contra-cheque; Povos indígenas; Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (até 5 anos, 11 meses e 29 dias) – levar caderneta de vacinação; Gestantes; Mulheres até 45 dias pós-parto – apresentar certidão de nascimento da criança ou relatório de alta do hospital; Pessoas com Deficiência (física, auditiva, visual, intelectual, mental e múltipla); Adultos de 55 a 59 anos de idade – apresentar documento de identidade.