Polícia

Mãe encontra filho de 2 anos desacordado após sair de casa e deixar criança com padrasto

Dayane Laet | 17/01/19 - 10h02 - Atualizado em 17/01/19 - 15h27
Menino foi encontrado desacordado pela mãe, que pediu ajuda | Cortesia ao TNH1

Uma mulher procurou ajuda no Conselho Tutelar da cidade de Teotônio Vilela, nessa quarta-feira (16), depois de chegar em casa e encontrar o filho, de 2 anos de idade, desacordado e com fortes marcas de chineladas nos dois lados do rosto. O caso foi registrado no bairro Benedito de Lira.

Chorando muito, a mulher contou aos conselheiros que encontrou a criança sozinha em casa. O companheiro dela, Neudo José da Silva Junior, havia sumido.

Ela contou que vive com o homem há cerca de dois anos, e com ele tem um filho de seis meses. Após discutirem, a mulher saiu de casa para vacinar o bebê do casal, e quando retornou, encontrou o filho maior deitado, com se estivesse dormindo.

Neudo José da Silva Junior, padrasto da criança e principal suspeito do espancamento 

De acordo com o conselho tutelar da cidade, as marcas no rosto do menino deixam claro que ele foi agredido com um chinelo de couro, que pertence ao padrasto. À polícia, a mãe da vítima contou que o companheiro  agrediu ela fisicamente algumas vezes, mas nunca tinha tocado no filho dela. No site do TJ-AL consta uma prisão em 2017, em nome de Neudo, por porte ilegal de arma.

Agentes da delegacia de Teotônio Vilela e policiais militares que atuam na região realizam buscas para tentar localizar o agressor.

A criança passou por exames do IML de Arapiraca onde foi constatada a violência. Em seguida, foi conduzida até o Hospital de Emergência do Agreste onde recebeu atendimento e foi liberada.