Mundo

Mãe luta com puma com as próprias mãos para salvar filho de ataque

Correio Braziliense | 31/08/21 - 08h40
Pexels

Uma mulher na Califórnia, nos Estados Unidos, salvou seu filho de 5 anos de um ataque de um puma. O menino estava brincando do lado de fora de sua casa em Calabasas, nas montanhas de Santa Mônica, a oeste de Los Angeles, quando o animal se lançou sobre ele.

A criança foi arrastada pelo gramado, mas sua mãe correu e bateu no puma com as próprias mãos até que ele largou seu filho. O animal foi posteriormente morto a tiros pelas autoridades responsáveis pela vida selvagem.

O menino sofreu ferimentos na cabeça e no torso, mas agora está em condição estável em um hospital em Los Angeles, informou a agência de notícias Associated Press.

O capitão Patrick Foy, porta-voz do departamento de vida selvagem da Califórnia, disse à AP que a mãe "salvou a vida de seu filho".

Ataques são raros

Depois de chegar ao local, um oficial de vida selvagem encontrou um puma agachado nos arbustos com as "orelhas para trás e sibilando", disse o departamento.

O oficial matou o felino, acreditando ser ele o provável culpado "por causa do seu comportamento e da proximidade com o local do ataque".

Um teste de DNA confirmou posteriormente que foi o mesmo animal que atacou a criança.

Ataques de pumas são muito raros na América do Norte. As autoridades disseram que o animal envolvido era jovem.

Os especialistas acreditam que ele ainda estava aprendendo a caçar e se defender sozinho, de acordo com a emissora CBS News.