Alagoas

Maqueiro do HGE morre com suspeita de covid-19

Eberth Lins | 18/05/20 - 12h53 - Atualizado em 18/05/20 - 15h23
Osvaldo Alves trabalhava como maqueiro no HGE | Foto: Reprodução / Redes Sociais

O maqueiro Osvaldo Alves da Silva, de 57 anos, que trabalhava no Hospital Geral do Estado (HGE), morreu na madrugada desse domingo (17). 

Inicialmente comunciado como vítima de covid-19, no começo da tarde o HGE informou, em nota, que ainda investiga se a morte de Osvaldo foi por infecção do coronavírus. 

A unidade lamentou a perda, e se solidarizou com a família. 

"É com imenso pesar que a Gerência do Hospital Geral do Estado (HGE) informa o falecimento do padioleiro Osvaldo Alves da Silva, de 57 anos, ocorrido nesse domingo (17), no Hospital da Mulher, em Maceió. A causa da morte ainda está sendo investigada para Covid-19. Neste momento de dor, a gestão do maior hospital público de Alagoas e a equipe multidisciplinar, que conviveram com o profissional durante vários anos, se solidarizam com a família enlutada pela perda irreparável". 

Duas mortes de profissionais de saúde

Na última quinta-feira (14), o HGE comunicou a morte da técnica em laboratório Jocelina Silva Santos, de 44 anos. Ela estava internada no Hospital Vida e morreu na noite da quarta-feira (13). Já o primeiro óbito registrado foi o da técnica em enfermagem Alaine Nascimento, no último dia 11.

Até a útltima semana, 154 profissionais da Rede Pública de Saúde Estadual tinhan sido diagnosticados com a doença e foram afastados dos seus postos de trabalho