Economia

Ministério da Economia: veja os 34 setores mais impactados pela pandemia

Poder 360 | 23/09/20 - 10h02 - Atualizado em 23/09/20 - 10h07
Foto: Portal da Indústria

A Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, ligada ao Ministério da Economia, divulgou lista dos setores mais impactados pela pandemia da covid-19.

A portaria foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta 3ª feira (15.set.2020) e é assinada pelo secretário especial, Carlos Alexandre da Costa. 

A lista é encabeçada pelas atividades artísticas, criativas e de espetáculos. Em seguida, o setor dos transportes, sendo o aéreo o mais prejudicado, e o de serviços.

Segundo o texto, o objetivo é “orientar as agências financeiras oficiais de fomento, inclusive setoriais e regionais” na concessão de créditos no âmbito da Lei 14.042/2020, que trata sobre o Peac (Programa Emergencial de Acesso a Crédito), criado para “facilitar o acesso a crédito” e “para a proteção de empregos e da renda“.

Eis os setores relacionados pelo governo:

  1. atividades artísticas, criativas e de espetáculos (CNAEs 90 91 92 93);
  2. transporte aéreo (CNAE 51);
  3. transporte ferroviário e metroferroviário de passageiros (CNAE 4912-4);
  4. transporte interestadual e intermunicipal de passageiros (CNAE 4922 -1);
  5. transporte público urbano (CNAE 4922-1);
  6. serviços de alojamento (CNAE 55);
  7. serviços de alimentação (CNAE 56);
  8. fabricação de veículos automotores, reboques e carrocerias (CNAE 29);
  9. fabricação de calçados e de artefatos de couro (CNAE 15);
  10. comércio de veículos, peças e motocicletas (CNAE 45);
  11. tecidos, artigos de armarinho, vestuário e calçados (CNAEs 4781, 4782 e 4755);
  12. edição e edição integrada à impressão (CNAE 58);
  13. combustíveis e lubrificantes (CNAE 473);
  14. fabricação de outros equipamentos de transporte, exceto veículos automotores (CNAE 30);
  15. extração de petróleo e gás, inclusive as atividades de apoio (CNAEs 06 e 09);
  16. confecção de artefatos do vestuário e acessórios (CNAE 14);
  17. comércio de artigos usados (CNAE 4785);
  18. energia elétrica, gás natural e outras utilidades (CNAE 35);
  19. fabricação de produtos têxteis (CNAE 13);
  20. educação privada (CNAE 85);
  21. organizações associativas e outros serviços pessoais (CNAE 94, 95 e 96);
  22. fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (CNAE 19);
  23. impressão e reprodução de gravações (CNAE 18);
  24. telecomunicações (CNAE 61);
  25. aluguéis não-imobiliários e gestão de ativos de propriedade intelectual 77;
  26. metalurgia (CNAE 24);
  27. transporte de cargas (exceto ferrovias) (CNAE 493);
  28. fabricação de produtos de borracha e de material plástico (CNAE 22);
  29. fabricação de máquinas e equipamentos, instalações e manutenções (CNAE 28);
  30. atividades de televisão, rádio, cinema e gravação/edição de som e imagem (CNAE 59 e 60);
  31. saúde privada (CNAE 86, 87 e 88);
  32. fabricação de celulose, papel e produtos de papel (CNAE 17);
  33. fabricação de móveis e de produtos de indústrias diversas (CNAE 31 e 32); e
  34. comércio de outros produtos em lojas especializadas (CNAE 474, 475, 476, 477, 4783, 4784 e 4789).