Alagoas

Ministério Público apura denúncia de improbidade contra oficial dos Bombeiros 

Redação TNH1 | 07/01/21 - 11h03 - Atualizado em 07/01/21 - 11h59
Foto: Ascom MPE

O  Ministério Público Estadual (MPE) instaurou um inquérito civil para apurar denúncia de improbidade contra um oficial superior do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o MP, a denúncia foi fundamentada por documentos entregues ao MP que apontam atos de improbidade para beneficiar uma pessoa da mesma corporação. O Ministério Público não informou nomes e gêneros do oficial e da pessoa que supostamente foi beneficiada.

"Aportaram nesta Promotoria de Justiça Especializada diversos registros escritos apócrifos, corroborados com documentação comprobatória, apontando para atos com aparência de improbidade administrativa perpetrados por oficial superior do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas com o fito, supostamente, de beneficiar integrante da mesma corporação", traz a publicação eletrônica do MPE.

Ainda segundo o MP, serão apurados ato de improbidade administrativa e crime de apropriação indébita.

"Referido oficial teria, ainda, adotado injustificáveis providências, que resultaram no dispêndio de recursos públicos, para atender a interesses pessoais do mesmo integrante do Corpo de Bombeiros", diz um trecho da publicação.

A portaria foi assinada pela promotora de Justiça Karla Padilha Rebelo Marques, titular da 62ª Promotoria de Justiça da Capital.

O TNH1 entrou em contato com o MP e foi informado que a promotora responsável não vai se pronunciar e que o processo corre em segredo de justiça.

Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que ainda não foi notificado e que só se pronunciará ao fim do processo. Confira a nota na íntegra.

"O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Alagoas (CBMAL) informa que não recebeu nenhuma notificação oficial de qualquer órgão investigativo ou de fiscalização contendo questionamentos acerca de seus atos internos. Assim sendo, a Corporação comunica que somente se pronunciará sobre fatos noticiados na mídia local, após a integral cientificação das informações processuais. Por oportuno, o CBMAL reafirma seu compromisso com a estrita observância aos princípios constitucionais que regem a Administração Pública".