Alagoas

Morre aos 79 anos, por complicações da Covid-19, o jornalista Ailton Villanova

Redação TNH1 | 08/01/21 - 07h46 - Atualizado em 08/01/21 - 07h52
Reprodução / Redes Sociais

O jornalismo alagoano perdeu Ailton Carlos de Lima Villanova, que morreu aos 79 anos por complicações da covid-19. O jornalista estava internado há dias e faleceu na noite dessa quinta-feira (7). 

Pelas redes sociais, o filho de Ailton, Leo Villanova lamentou a morte do pai e agradeceu o apoio de familiares e amigos. 

"Agradecemos a todos os amigos e parentes que durante os últimos dias lançaram sobre meu pai e nossa família as melhores energias e orações. Não abandonem essa corrente de generosidade e boa vontade se protegendo e protegendo quem vocês amam de verdade. Ainda temos um longo caminho pela frente até que possamos ver novamente os sorrisos uns dos outros nas ruas da nossa cidades", publicou o chargista.

Ailton Villanova prestou serviço ao jornalismo alagoano por mais de 60 anos, tendo contribuído em diversas empresas de comunicação do estado e jornais, como a TV Gazeta, a Rádio Gazeta, a Rádio Difusora e os jornais Tribuna de Alagoas, Jornal de Alagoas, Diário de Alagoas, Correio de Maceió, Correio de Alagoas e Tribuna Hoje, onde assinava uma coluna de crônicas.