Geral

Nova Unidade de Internamento de Menores é inaugurada

05/07/16 - 17h28 - Atualizado em 05/07/16 - 17h47

Nesta terça-feira (5), o governador Renan Filho inaugurou a nova parte da Unidade de Internação Masculina (UIM), hoje com 240 vagas ao todo. Até dezembro, o Estado deve fornecer outras 14 vagas.

O então ministro Joaquim Barbosa, durante visita a Alagoas, rotulou as instalações da UIM como ‘masmorras’. Agora, de acordo com a assessoria do Governo de Alagoas, "a realidade é bem diferente e deixa Alagoas próximo de oferecer as melhores medidas socioeducativas do país". O investimento é de R$ 110 milhões.

“A missão do Estado é ressocializar. Quando assumi, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, dizia que em Alagoas não existia internamento de menores e, sim, masmorras, com tratamento medieval. Perseveramos no sentido de melhorar o sistema. Esta é a segunda etapa. E teremos o mesmo tratamento humanizado na Unidade de Internamento Feminino. Estamos trabalhando firme para termos o melhor serviço de internamento de menores do Brasil”, disse o governador.

As novas unidades atendem às diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). São as primeiras 110 vagas de um novo arranjo organizacional e estrutural da unidade. Três refeitórios coletivos, quadra poliesportiva, além de seis salas de aula, com capacidade para 60 adolescentes.

Renan Filho conversou com jovens detidos e sugeriu a eles o encaminhamento de demandas deles que serão analisadas uma a uma pelo governador. Deles, o governador ouviu a necessidade da existência de cursos profissionalizantes. O governador confirmou que a Secretaria de Estado da Educação chegará na Unidade de Internação Masculina.

A comitiva governamental visitou as instalações e conferiu de perto como os adolescentes ficarão internados. Renan Filho ventilou, inclusive, a possibilidade de instalação do sistema de educação em tempo integral na UIM. “Seria a primeira do mundo, quem sabe”, pontuou o governador de Alagoas.