Futebol

O Clássico das Multidões e suas histórias ao longo de décadas

28/04/16 - 14h43 - Atualizado em 28/04/16 - 14h53
Arquivo TNH1

CSA e CRB são adversários em mais uma decisão de Campeonato Alagoano. Diante da importância do Clássico das Multidões, o portal TNH1 traz para os torcedores uma abordagem mais completa sobre os números históricos que marcaram a rivalidade entre os dois maiores clubes de Alagoas.

O Azulão não vence o torneio desde 2008 e busca o seu 38º troféu de campeão alagoano. Desde o ano 2000, a equipe do Mutange acumulou apenas uma conquista estadual, e viu o seu maior rival diminuir a diferença de títulos.

Já o Galo chegou à final pela quinta temporada consecutiva e está de olho na 29º conquista. Presença constante nas decisões dos últimos anos, o time regatiano foi campeão em três oportunidades na atual década.

Números históricos

Os times são donos das melhores campanhas deste estadual, e na história do torneio, sempre tiveram frequência nas primeiras ou segundas colocações do campeonato. Em 85 edições, o CSA esteve entre os dois melhores lugares em 58 oportunidades, enquanto o CRB foi 55 vezes presente nas posições de cima.

Segundo o historiador Lauthenay Perdigão, o alvirrubro leva a melhor nos confrontos diretos diante do seu maior rival. Em 485 clássicos disputados, foram 174 triunfos regatianos, contra 150 vitórias azulinas, e 161 empates.

Apesar das dificuldades encontradas nos apuramentos feitos em jornais da época, o acervo histórico mostra que o primeiro duelo entre os rivais aconteceu em 8 de setembro de 1916, na Praça Jonas Montenegro, no Farol, e o CSA ganhou pelo placar de 1x0.

Ainda de acordo com os números do Museu dos Esportes, o Clássico das Multidões decidiu pela primeira vez o torneio na sua edição inaugural, em 1927, ano em que o CRB venceu por 2x0 e se tornou o primeiro campeão de Alagoas.

A rivalidade que passou por várias décadas se aproxima de mais um capítulo em sua rica história. Os próximos domingos irão nos dizer quem é o melhor time do Campeonato Alagoano 2016.

*Estagiário sob supervisão