Mercado de Trabalho

Os profissionais com maiores salários no Brasil em 2016

07/04/16 - 10h47 - Atualizado em 07/04/16 - 12h15

Um novo levantamento da consultoria Michael Page divulgado com exclusividade por EXAME.com mostra os cargos executivos mais valorizados pelo mercado de trabalho brasileiro em 2016.

Não se trata dos maiores salários em termos absolutos, ressalta Henrique Bessa, diretor da consultoria responsável pelo estudo. "A lista mostra os cargos com maior remuneração proporcionalmente ao seu nível de senioridade", diz ele. 

Isso significa que há executivos mais bem pagos do que os apresentados no estudo, mas em camadas hierárquicas muito altas. A sua liderança em termos salariais não traz, em si, nenhuma novidade.

Segundo Bessa, o levantamento mostra uma realidade menos óbvia: a ideia é indicar os profissionais cuja remuneração é considerada alta para o seu nível de senioridade e tem crescido mais rapidamente do que a média.

Como era de se esperar, a lista é dominada por executivos que ajudam as empresas a enfrentar a crise econômica.

Seja ao aumentar diretamente a receita, seja ao diminuir custos, eles são peças fundamentais para que as organizações ganhem eficiência em um ambiente incerto.

O levantamento se baseou em dados reunidos nos últimos 12 meses a partir de entrevistas de emprego feitas pela Michael Page. A consultoria faz em média 100 mil conversas com executivos por ano.

Diretor de distressed credit

Área: Bancos
Salário: 35 mil - 45 mil reais

Muitos bancos contam com a área de distressed credit, dedicada a "salvar" alguns negócios com dificuldades financeiras. "Como há muitas empresas nessa situação agora, o diretor dessa área ganhou um papel ainda mais estratégico", diz Henrique Bessa, diretor da consultoria Michael Page. 

Diretor tributário

Área: Finanças
Salário: 30 mil - 40 mil reais

Este profissional tem sido muito valorizado porque sua atuação gera importantes cortes de custos para a empresa, diz Henrique Bessa, diretor da Michael Page. Seu papel é fazer a gestão de compliance tributário, sobretudo com viés consultivo para outras áreas de negócio.

Diretor de tesouraria

Área: Finanças
Salário: 30 mil - 40 mil reais

De acordo com Bessa, o diretor de tesouraria é procurado principalmente por empresas com alto nível de endividamento. Ele também tem sido valorizado por companhias de capital intensivo de grande porte.

Especialista sênior em treasury sales

Área: Bancos

Salário: 25 mil - 40 mil reais

Este profissional pensa em alternativas de receita dentro da área de tesouraria de um banco, e essa função estratégica é o principal motivo por trás de sua boa remuneração. São preferidos para a posição executivos com forte bagagem técnica e facilidade de relacionamento com clientes.

Diretor de operações

Área: Engenharia

Salário: 25 mil - 35 mil reais

Com sua visão generalista das verticais de uma indústria, o diretor de operações é cada vez mais demandado no Brasil, ainda mais num cenário difícil para a economia, com quadros mais enxutos. "Por centralizar as diretrizes de todas as áreas, o COO estabelece uma única interface das operações com o comando das empresas, o que facilita a comunicação e unifica a estratégia do grupo", explica Bessa.

Superintendente/diretor clínico

Área: Saúde

Salário: 25 mil - 35 mil reais

Bessa afirma que o cenário hospitalar no Brasil passa por um processo de profissionalização e pelo estabelecimento de novas políticas de gestão. No entanto, ainda é difícil encontrar um executivo do setor com competências para funções administrativas e operacionais, com foco em resultados financeiros, o que explica sua valorização.

Gerente de leasing/locações

Área: Construção e imobiliária

Salário: 25 mil - 30 mil reais

Como o mercado corporativo de lajes comerciais está saturado, diz Bessa, muitas empresas têm renegociado aluguéis ou se mudado para espaços com melhor custo-benefício. Assim, elas procuram - e remuneram bem - quem trabalha com transições imobiliárias, especialmenteleasing/locações. Esses profissionais são buscados tanto em empresas prestadoras de serviços de real estate quanto incorporadoras.

Diretor de novos negócios 

Área: Vendas e marketing
Salário: 24 mil - 32 mil reais

A principal responsabilidade deste profissional é diversificar o mercado de atuação da empresa. Ao buscar oportunidades não mapeadas de receita, ele ajuda o negócio a sobreviver em meio à difícil condição econômica do país.

Diretor de tecnologia (e-commerce)

Área: Tecnologia da informação

Salário: 20 mil - 30 mil reais

A popularização do e-commerce no Brasil tem exigido uma rápida atualização da infra-estrutura das empresas. "Se o sistema cai, as vendas são interrompidas", diz Bessa. Por isso, é fundamental contar com um profissional de nível sênior para garantir a eficiência da área. Como o e-commerce é uma realidade relativamente recente no país, ainda há poucos executivos maduros com experiência nesse setor. É o que explica sua posição de destaque no mercado, diz o diretor da Michael Page.

Diretor comercial de seguros (Pequenas e médias empresas) 

Área: Seguros
Salário: 20 mil - 25 mil reais

Segundo Bessa, o mercado de seguros para PMEs costuma ser bem menos explorado em cenários mais positivos para a economia, porque os grandes clientes vão bem - e todas as atenções das seguradoras estão voltadas para eles. Quando há dificuldades conjunturais, esta frente acaba abrindo oportunidades novas de negócio, e exige diretores comerciais com habilidades específicas para lidar com esse público.

Advogado/especialista de compliance para América Latina 

Área: Direito
Salário: 20 mil - 25 mil reais

"É cada vez mais forte a necessidade de regular movimentações internas e fluxos das empresas, ainda mais depois da publicação de lei que aborda o tema", diz Bessa. Os últimos movimentos do cenário econômico nacional obrigam as companhias a buscar extrema transparência em suas operações, o que explica a crescente valorização do profissional de compliance.

Especialista em capital management 

Área: Bancos
Salário: 18 mil - 35 mil reais

O papel deste profissional tão valorizado pelo mercado é analisar o custo de capital alocado em diversas áreas de uma instituição financeira. Diante do endurecimento de diversas regras do Banco Central, sua missão é buscar o maior retorno possível para o banco.

Gerente de contencioso 

Área: Direito
Salário: 18 mil - 25 mil reais

Voltados ao atendimento de todas as ações de uma empresa, estes profissionais são analíticos e capazes de estruturar estratégias que permitam bons índices de redução de despesas processuais. De acordo com Henrique Bessa, diretor da Michael Page, eles são ainda mais valorizados quando atuam de maneira preventiva, no modo pré-contencioso, justamente por obterem maior controle do passivo.

Gerente de remuneração 

Área: Recursos humanos
Salário: 18 mil - 25 mil reais

O cenário econômico atual vem aumentando a necessidade de rever estruturas e adequar faixas de salários e benefícios. Isso justifica o atual status do gerente de remuneração no mercado, afirma Bessa. 

Gerente sênior de inteligência de mercado e precificação 

Área: Vendas e marketing
Salário: 18 mil - 24 mil reais

O papel deste executivo é fundamental neste momento porque ele pode criar novas estratégias de atuação para a empresa. Entre suas atribuições, está a avaliação de concorrentes, preços, tendências de mercado e necessidades do público-alvo.

Gerente sênior de atacado 

Área: Vendas e marketing
Salário: 18 mil - 24 mil reais

A missão deste profissional é buscar novos canais multimarcas para diversificar os pontos de venda de uma empresa. Sua atuação é especialmente relevante diante da queda geral no varejo.

Gerente de análise de crédito (Commodities, petróleo e gás) 

Área: Bancos
Salário: 18 mil - 24 mil reais

"Este é um mercado específico, em que há poucos profissionais especializados", diz Henrique Bessa, diretor da consultoria Michael Page. A única forma de atrair executivos competentes é, portanto, aumentar a oferta salarial.

Gerente técnico / comercial (Linhas financeiras e garantias)


Área: Seguros

Salário: 18 mil - 22 mil reais

Este mercado ainda conta com poucos profissionais, o que justifica até certo ponto sua boa remuneração. "Apesar de essa linha de negócios ter sempre existido, ela cresceu muito nos últimos 18 meses por causa do cenário econômico complicado no país", diz o diretor da Michael Page.

Gerente médico 

Área: Saúde
Salário: 18 mil - 22 mil reais

Este profissional precisa obrigatoriamente ser médico - e ter experiência com atendimento -, mas também ter uma forte visão de negócios. Seu papel é cuidar da administração da empresa, com um olhar de quem também conhece a rotina do profissional de saúde. Poucos médicos topam seguir por essa área, já que a maioria segue na carreira clínica. O perfil é ainda mais "mosca branca" em função de todas as especialidades clínicas existentes.

Gerente de compras 

Área: Supply chain
Salário: 16 mil - 22 mil reais

A capacidade de reduzir custos das empresas nas negociações com fornecedores é o que explica a boa contrapartida financeira oferecida a este profissional.

Gerente de operações de RH 

Área: Recursos humanos
Salário: 15 mil - 25 mil reais

Nos últimos anos uma boa parte do mercado abraçou um novo modelo de administração das rotinas de RH e outras áreas: os centros de serviços compartilhados. O objetivo é centralizar fluxos transacionais para ganhar eficiência. Segundo Bessa, o gerente de operações de recursos humanos tem sido valorizado por garantir o desempenho dos processos operacionais da área, diminuindo custos para a empresa.

Gerente de facilities 

Área: Construção e imobiliária
Salário: 15 mil -  20 mil reais

De acordo com Bessa,  as posições de facilities são altamente demandadas em momentos difíceis de mercado. Isso porque o profissional da área tem papel decisivo na racionalização de custos, renegociação de contratos de prestação de serviços, implantação de projetos de eficiência e redução de custos.

Consultor/gerente de big data e analytics 

Área: Tecnologia da informação
Salário: 15 mil - 20 mil reais

A internet permite que as empresas tenham um acesso sem precedentes a informações sobre o consumidor. A análise deste imenso volume de dados, conhecido como "big data", passa então a ser fundamental para o negócio. Não por acaso, quem se especializa nessa área tem sido muito disputado pelo mercado, segundo Bessa.

Advogado tributário 

Área: Direito
Salário: 15 mil - 18 mil reais

As empresas esperam deste profissional a capacidade de ajudá-las a navegar no complexo ambiente fiscal brasileiro. "Ele pode agir de forma consultiva ou elaborar estratégicas de administração do contencioso para evitar o crescimento do passivo da companhia", explica Bessa. 

Gerente de acesso em saúde 

Área: Saúde
Salário: 15 mil - 18 mil reais

Seu papel é criar estratégias de desenvolvimento do produto com o governo e as operadoras de saúde. Segundo Bessa, é um cargo relativamente novo na indústria, e hoje é fundamental para o desenvolvimento da estratégia dos negócios em saúde.

Gerente de qualidade 

Área: Engenharia
Salário: 15 mil reais

Num contexto competitivo de mercado, com margens curtas e um rigor crescente dos consumidores, as indústrias apostam na seniorização das cadeiras de qualidade, diz Bessa. O objetivo é alcançar a diferenciação de seus produtos em relação aos dos concorrentes. "Com essa tentativa, buscam minimamente manter e até ampliar seu market share", explica o diretor da Michael Page.

Desenvolvedor/líder de projetos web e mobile 

Área: Tecnologia da informação
Salário: 15 mil reais

A migração de transações físicas para digitais muda completamente a interação das empresas com o consumidor final. Nesse novo cenário, novas plataformas precisam ser criadas, sobretudo para ambientes web e mobile. Estes profissionais têm sido valorizados porque permitem uma melhor experiência do cliente final, o que é fundamental para o sucesso do negócio.

Gerente de produto (Bank assurance)

Área: Seguros
Salário: 13 mil - 18 mil reais

Há poucos profissionais com perfil específico para esse mercado. Para ser contratado, é preciso combinar tanto uma visão sólida sobre seguros quanto uma experiência profissional consistente em bancos.