Interior

Palmeira dos Índios: afastado guarda municipal suspeito de agredir duas pessoas em festa junina

Com informações do Todo Segundo | 30/06/19 - 11h33 - Atualizado em 01/07/19 - 10h53
Reprodução redes sociais

A prefeitura de Palmeira dos Índios, no Agreste do Estado, afastou um guarda municipal suspeito de agredir pelo menos duas pessoas durante o show do cantor Edson Lima, na véspera de São Pedro, no município.

Fotos feitas com um celular e que circulam nas redes sociais mostram os hematomas provocados pelas agressões. O caso teria ocorrido no acesso ao palco. A identidade do suspeito não foi revelada. 

Por meio de nota, a prefeitura alega que serão apurados quaisquer desvios de condutas, excessos ou uso da força de forma indevida, desnecessária ou desrespeitosa e que até a completa apuração do caso, o guarda municipal ficará afastado de suas funções.

Confira a nota na íntegra:

O Governo Municipal de Palmeira dos Índios vem a público esclarecer que não apoia o uso indevido da força contra quem quer que seja, desrespeitando ou agredindo o cidadão. Estamos diante de um caso isolado que não vai interromper os serviços relevantes prestados pela Guarda Municipal à população palmeirense.

Toda orientação é para primar o respeito, a ordem , integridade e a proteção das pessoas. Que será apurado quaisquer desvios de condutas, excessos ou uso da força de forma indevida, desnecessária ou desrespeitosa. Até a completa apuração do caso, o Guarda Municipal ficará afastado de suas funções nas ruas.

A Guarda Municipal juntamente com a Polícia Militar tem procurado cumprir sua missão e seu papel institucional . Com isso, estamos trabalhando para a redução dos indicadores de violência no município e a própria segurança do cidadão.

Sabemos que o evento reúne milhares de pessoas, que os artistas precisam e cobram reforço da segurança, especialmente no acesso ao palco, mas isso não pode ocorrer desta forma como narrado no relato da família.

Atenciosamente,

Governo Municipal de P. dos Índios