Brasil

PE: Mulher é presa por queimar mãe e roubar seu bebê

30/06/16 - 09h57 - Atualizado em 30/06/16 - 09h59
Reprodução

A Polícia Civil divulgou, na tarde de quarta-feira (29), a prisão de Margarida Maria da Silva, de 43 anos, em São Joaquim do Monte, no município de Catende, Agreste pernambucano. A mulher é suspeita de queimar e assassinar Jeane D"arc Ferreira da Silva, de 31 anos, para roubar o seu bebê. 

De acordo com a polícia, Margarida queria que Jeane doasse a filha para ela, após o nascimento. Como a vítima se recusou a realizar a doação do bebê, dias após o parto, Margarida sequestrou a mãe e a criança.  A polícia encontrou a dona de casa queimando em chamas. A mulher ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu. Na época, Margarida fugiu com a criança com uma falsa certidão de nascimento.

A suspeita de  cometer o assassinato só foi localizada na quarta-feira, quando foi presa por homicídio qualificado. Margarida será recolhida para a Colônia Penal Feminina do Recife, na Zona Oeste da cidade.  À frente da delegacia de Catende, Gustavo Garcia, afirmou que não está descartada a participação do pai da criança no crime que vitimou Jeane.

A Polícia não confirmou o estado de saúde da criança. Mais detalhes sobre o caso serão apresentados em uma coletiva à imprensa nesta quinta-feira (30).