Mundo

Polícia do México encontra corpos de 11 pessoas enforcadas no norte do país

04/08/18 - 10h49 - Atualizado em 04/08/18 - 10h53
Reprodução / Twitter

Onze pessoas, incluindo três mulheres, foram assassinadas dentro de uma casa em Ciudad Juárez, no estado de Chihuahua, no Norte do México. Elas tinham sinais de enforcamento, além de marcas de tiros.

O crime ocorreu em um local muito próximo ao Centro de Reinserção Social da cidade. De acordo com o prefeito, Armando Cabada, os vizinhos disseram que a casa onde as 11 pessoas foram assassinadas era desabitada, normalmente usada para festas e que o caso está ligado ao tráfico de drogas.

De acordo com as primeiras investigações, dentro da casa, as autoridades localizaram os 11 cadáveres. Os corpos mostravam sinais de tortura.

Todos tiveram mãos e pés amarrados e foram distribuídos nas diferentes salas da casa.

A Procuradoria Geral de Chihuahua e especialistas em criminologia foram ao local para iniciar as primeiras investigações, e a área foi isolada.

Os corpos foram transferidos para o Serviço Médico Legal e, até agora, nenhum dos 11 cadáveres foi identificado.

Dias antes, no Centro de Reabilitação Social, Juan Arturo Padilla Juárez, conhecido como "El Genio", líder da quadrilha criminosa "Los Aztecas", foi assassinado em uma briga entre presos. Os crimes podem estar relacionados.