Brasil

Prateleiras com produtos desabam em supermercado e deixam um morto e feridos em São Luís; vídeos

Desabamento aconteceu na noite dessa sexta-feira (2), no bairro Vinhais. Supermercado de rede varejista e atacadista estava repleto de clientes no momento do acidente

G1 | 03/10/20 - 08h11 - Atualizado em 03/10/20 - 09h34

Prateleiras gigantes com produtos desabaram e atingiram clientes no supermercado Mix Mateus Atacarejo, na noite desta sexta-feira (2), na curva do 90, no bairro Vinhais, em São Luís. Por meio de uma rede social, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), confirmou que até o momento uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas.

Os nomes da pessoa que morreu e dos feridos não foram divulgados.

O governador afirmou que os trabalhos de buscas as vítimas continuam e, assim que forem encerradas, o Corpo de Bombeiros deve divulgar mais informações.

Vídeos (veja abaixo) divulgados nas redes sociais mostram as inúmeras estruturas metálicas caídas em uma espécie de efeito dominó. No momento do acidente, havia uma movimentação intensa de clientes. Ainda não há informações sobre o que provocou o desabamento.

Outro vídeo que circulou pelas redes sociais mostra uma longa pilha de produtos de gêneros alimentícios entre outros nos escombros.

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e do Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) foram enviadas ao local.

Logo após o acidente, o governador do Maranhão informou que determinou ao comandante do Corpo de Bombeiros dedicação integral no acidente, para prestar socorro e assistências às vítimas.

Nota Grupo Mateus

"O Grupo Mateus lamenta informar que na noite dessa sexta-feira, 2 de outubro, houve um acidente no Mix Atacarejo da Curva do 90 no bairro do Vinhais.

Imediatamente, todas as autoridades de segurança pública do estado foram acionadas e prontamente iniciaram o trabalho de apoio e, neste momento, realizam o resgate e o socorro dos feridos.

O Grupo Mateus reforça que, neste momento, o que importa é o resgate dos envolvidas no acidente, o apoio às vítimas e seus familiares.

Para nós, a prioridade são as pessoas!"