Interior

Prefeitura de Branquinha afasta guardas municipais para apurar agressão

TNH1 | 07/02/19 - 11h20 - Atualizado em 07/02/19 - 11h22

A Prefeitura de Branquinha, Zona da Mata de Alagoas, afastou dos cargos os dois guardas municipais filmados quando agrediam um homem detido pelo crime de dano ao patrimônio, na madrugada de 28 de janeiro.

Os servidores aparecem em vídeo dando tapas no homem enquanto ele já está contido. Os dois vão responder a procedimento administrativo, que irá apurar os fatos como se deram a agressão.

Confira na íntegra:

A Polícia Civil ainda investiga se o homem foi assassinado pelos guardas, depois que um corpo com as mesmas características da vítima foi achado em um riacho próximo à cidade.

O caso

O homem vítima das agressões é Wanderson Alves dos Santos. Ele se envolveu em uma confusão com moradores de Branquinha, após depredar a casa de um deles, no dia 28 de janeiro, foi detido pela Guarda Municipal de Branquinha e levado para a delegacia de União dos Palmares.

As vítimas também se dirigiram ao local, mas como houve agressão mútua, preferiram não representar o autor e ele foi liberado. Os guardas o reconduziram a Branquinha e informaram que ele passaria a noite na sede do órgão municipal.

No entanto, uma semana depois, um corpo que pode ser do jovem foi encontrado em um riacho. Wanderson não tinha família em Branquinha e nenhum parente compareceu ao IML de Maceió para fazer o reconhecimento.