Nordeste

Prefeitura de Salvador prevê 570 mil doses de vacina para grupos prioritários

Bahia Notícias | 12/01/21 - 11h51 - Atualizado em 12/01/21 - 12h07
Reprodução / Youtube

O Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19 em Salvador prevê inicialmente quatro fases. A estimativa da prefeitura da capital baiana é de que são necessários 570 mil doses da vacina da Covid-19 para o público considerado prioritário.

A estratégia foi divulgada nesta terça-feira (12) pelo prefeito da capital baiana, Bruno Reis (DEM), em evento no Complexo Municipal de Vigilância à Saúde. Também esteve presente o secretário municipal da Saúde Leo Prates.

Na primeira fase, serão vacinados os trabalhdores da saúde, idosos com 75 anos ou mais e aqueles com 60 anos ou que vivem em instituições de longa permanência. Nesta etapa, também serão imunizados os indígenas, aldeados e os povos de comunidades ribeirinhas. 

Na segunda fase, receberão a vacina pessoas de 60 a 70 anos. Já na terceira etapa do plano municipal de vacinação contra, a imunização tem como foco as pessoas com comorbidades, os transplantados e pessoas com obesidade. Na quarta etapa, entram na prioridade os trabalhadores da educação, pessoas com deficiência, membros das forças de salvamento, funcionarios sistema prisional. 

De acordo com o prefeito Bruno Reis, existe a possibilidade dos grupos da fase 4 serem adiantados e incluídos na fase 3.

A estimativa da prefeitura é de que serão vacinados 65 mil idosos com 75 anos ou mais, 102 mil trabalhaores da saúde, 185 mil idosos de 60 a 74 anos, 149 mil pessoas com comorbidades, 29 mil professores, 15 milintegrantes das forças de segurança e salvamento, 3 mil funcionários sistema prisional, 10 mil do transporte coletivo.

A vacinação em Salvador será realizada em 23 centros de vacinação, 9 drive thrus, 73 intituições de longa permanência e asilos, as equipes da SMS vai até às instituições hospitalares, e também fará vacinação domiciliar e da população em situação de rua.