Alagoas

Seris inicia vacinação de policiais penais contra a Covid-19

Ascom Seris | 10/04/21 - 14h39 - Atualizado em 10/04/21 - 14h44
Ascom Seris

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) iniciou, neste sábado (10), a vacinação dos policiais penais contra a Covid-19. Os primeiros profissionais imunizados chegaram à Gerência de Saúde da Seris, no complexo penitenciário de Maceió, ainda no início da manhã. Ao todo, 267 doses serão aplicadas até as 16h de hoje, com todos os policiais que já completaram 45 anos de idade tendo sido orientados previamente sobre os requisitos para a vacinação – conforme protocolos da Secretaria da Saúde (Sesau) e Ministério da Saúde.

A vacinação dos servidores penitenciários, no entanto, começou nessa sexta-feira (09), na sede administrativa da secretaria, onde foram imunizados guardas prisionais e trabalhadores de atividades-fim, a exemplo dos condutores de ambulância do sistema prisional. 

Lúcio Henrique de Mendonça é policial penal do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit) e não escondeu a satisfação em receber a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. “A expectativa era muito grande. Só temos a agradecer a todos os envolvidos. A vacina nos traz mais segurança para que sigamos desempenhando nossas atividades da melhor forma possível, conscientes de que temos, sim, esperança de vencer este vírus o quanto antes”, comentou o servidor.

Já Luis Henrique Santos trabalha no Presídio de Segurança Máxima e também externou a alegria em poder ser vacinado. “Acredito que o sentimento de todas as pessoas que estão tendo a oportunidade de se vacinar é de alívio. Sinto-me prestigiado e aliviado porque atuamos na linha de frente, sendo responsáveis, por exemplo, pela condução de reeducandos que chegam ao sistema prisional todos os dias. Saio daqui revigorado para seguir trabalhando em prol da segurança do complexo penitenciário e da sociedade alagoana”, afirmou o policial.

Gerente de Saúde da Seris, a policial penal Danielah Lopes, por sua vez, vez um balanço desta primeira fase de vacinação dos servidores. “Seguimos adotando todos os protocolos de segurança com a finalidade de manter os índices estatísticos [de incidência do vírus no sistema prisional, não havendo registro de óbito, por coronavírus, entre os reeducandos desde o início da pandemia] sob controle. Para a imunização, disponibilizamos espaços apropriados, distribuindo os servidores para atendimento conforme faixa etária, a fim de se evitar qualquer possibilidade de aglomeração. E continuaremos com o plano de prevenção e cuidados relativos à Covid-19 enquanto aguardamos a próxima programação de vacinação”, disse a gestora.