Alagoas

Sindicombustíveis-AL questiona distribuidoras sobre normalização de entregas de gasolina

TNH1 | 18/11/20 - 11h10 - Atualizado em 18/11/20 - 12h00
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Alagoas - Sindicombustíveis-AL que encaminhou ofício às três maiores distribuidoras do país (BR, Ipiranga e Shell) questionando a real situação do fornecimento de combustíveis no Estado e previsão de normalização das entregas. 

A informação foi encaminhada por meio de nota, após reportagem do TNH1 divulgar reportagem informando uma queda nos estoques de  gasolina em postos da capital e do interior. Diversos consumidores - que contactaram a redação - sentiram a falta da gasolina comum na bomba, e proprietários relatam que já há postos sem o produto desde o começo da semana.

Mas, na nota, o Sindicombustíveis chamou a atenção que não há risco de desabastecimento nos postos de Alagoas. 

Leia  a nota na íntegra: 

NOTA SINDICOMBUSTÍVEIS-AL
“O Sindicombustíveis-AL informa que recebeu queixa de alguns dos seus revendedores associados de que não estão recebendo os combustíveis de seus pedidos realizados junto às distribuidoras e que estão sendo informados, no ato de realização do pedido, que está ocorrendo restrição de produtos.
Ressaltamos que, por enquanto, não há risco de desabastecimento nos postos de combustíveis de Alagoas e que o Sindicombustíveis-AL já encaminhou ofício às três maiores distribuidoras (BR, Ipiranga e Shell) questionando a real situação do fornecimento de combustíveis no Estado e previsão de normalização das entregas.”

Segundo fontes do setor, há uma semana não chega navio em Maceió com combustível, e a alternativa é transportar de carreta do porto de Suape, em Recife.

“Em alguns casos a gente pede um volume de combustível e só chega a metade. Está complicado, e já tem gasolina chegando de Suape”, relatou um proprietário.

Inicialmente a falta da gasolina foi registrada em alguns postos da bandeira BR.

BR nega desabastecimento

Em nota encaminhada ao TNH1, a BR Distribuidora diz que não há desabastecimento nos postos da bandeira em Alagoas, e que houve apenas uma restrição pontual mas que reforço o suprimento por "polos secundários. 

Nota - A BR Distribuidora informa que não há desabastecimento de combustíveis nos postos de sua bandeira em Alagoas. 
Em função de oscilações na demanda, houve uma restrição pontual e a companhia reforçou o suprimento por polos secundários para atender a sua rede no estado, solucionando eventuais atrasos na entrega.