Polícia

Sobrevivente de acidente na Fernandes Lima é ouvida pela Polícia no HGE

Teresa Cristina | 28/07/21 - 18h48 - Atualizado em 28/07/21 - 19h08
Redes sociais

Quitéria Gonçalves de Amorim, sobrevivente do acidente ocorrido no último dia 23 na Fernandes Lima, foi ouvida, na tarde desta quarta-feira (28), pela Polícia Civil. O depoimento aconteceu no Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro do Trapiche, onde ela está internada. 

Quitéria foi ouvida pela delegada Sheila Carvalho, que preside o inquérito, que investiga o acidente. "Ela recorda que o motorista trafegava na contramão e em alta velocidade e que colidiu primeiro com a outra moto e depois com a ocupada por ela e o esposo", disse a delegada ao TNH1. 

"Por diversas vezes, de forma emocionada, ela pediu justiça. Ela disse que está sofrendo muito, ainda vai passar por uma cirurgia e dói saber que chegará em casa e não verá o esposo, que era um companheiro maravilhoso", acrescentou Sheila. 

Segundo boletim, do HGE, Quitéria se recupera na Área Verde e seu quadro de saúde é considerado estável.


O acidente 

Na manhã da última sexta-feira (23), o bancário S.P.S.F conduzia um Jeep Renage quando invadiu a contramão na Avenida Fernandes Lima. Ele foi preso após o acidente. 

O motorista atingiu duas motos, que seguiam no sentido correto da via. O vigilante Pedro Alves de Souza morreu na hora. Quitéria Gonçalves de Amorim e o marido José Cícero da Silva Santos, que estavam na outra motocicleta, foram socorridos ao Hospital Geral do Estado (HGE). 

O bancário foi indiciado por homicídio doloso e está preso no Baldomero Cavalcante.