Nordeste

Supermercados do Recife só vão permitir entrada de clientes sozinhos

Diário de Pernambuco | 13/04/20 - 14h10 - Atualizado em 13/04/20 - 14h12

O Recife está com regras mais duras para aumentar o isolamento da população durante a pandemia do coronavírus. O prefeito Geraldo Júlio anunciou em coletiva, nesta manhã, novas medidas a serem adotadas por supermercados, bancos e casas lotéricas junto ao público, sob pena de multa e até mesmo suspensão do alvará de funcionamento no caso de descumprimento.

Nos supermercados, um decreto assinado nesta segunda-feira (13) estabelece as seguintes regras a serem obedecidas a partir de amanhã: as grandes lojas devem limitar a 50% da sua capacidade a entrada de pessoas nas unidades; só um terço do estacionamento deve ser usado e o restante deve ser fechado; também só será permitida uma pessoa por veículo e só é permitido acesso à loja de uma pessoa por família. As lojas devem disponibilizar o álcool gel na entrada e nos caixas.

Nos bancos e casas lotéricas, um decreto assinado também nesta segunda-feira determina que as instituições devem controlar a fila dentro e fora dos estabelecimentos. Ou seja, devem garantir a distância entre as pessoas e a velocidade desse atendimento para evitar aglomeração. “O atendimento é necessário, mas as instituições precisam tomar providências para organizar as filas. A fiscalização será intensificada e vamos aplicar multas e suspensão do alvará de funcionamento das instituições que descumprirem as determinações”, avisou o prefeito.