Geral

Trabalhadores da Eletrobras e Chesf podem entrar em greve por tempo indeterminado

04/07/16 - 17h21 - Atualizado em 04/07/16 - 17h49

Funcionários da Eletrobras e Chesf Alagoas aprovaram, por unanimidade, o indicativo do Coletivo Nacional dos Eletricitários – CNE, de manutenção da paralisação de 72 horas, e o indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 11 deste mês, caso a empresa não retome às negociações e não apresente proposta. Foi aprovada ainda uma paralisação no dia 15, contra o desmonte do sistema Eletrobras visando sua privatização. Durante a paralisação apenas os serviços essenciais serão mantidos.

Essa medida da categoria em todo o país é uma resposta a forma intransigente da empresa, através do seu diretor administrativo, Alexandre Aniz, ao cancelar a 4ª rodada de negociação do acordo coletivo em andamento, e só retomar à negociação após o cancelamento do calendário de mobilização orientado pelo CNE, que prevê paralisação de 72 horas nos dias 04, 05 e 06/07.

Ao contrário do que alega a empresa, há um total descaso desta diretoria da Eletrobras para com os trabalhadores desde o começo do processo, visto que não houve apresentação de proposta no prazo estabelecido, nem sequer o cumprimento de horários para realização dos encontros. A representação dos trabalhadores, ao contrário, mantém-se aberta à negociação, mas não abrirá mão do direito de greve.

As entidades esperam que a empresa reveja sua posição de radicalização em relação ao acordo coletivo dos seus trabalhadores, retomando o diálogo com a categoria, que sempre apostaram na negociação, estando abertos a qualquer proposta neste sentido.

Serviços mantidos

Em nota enviada à imprensa,  a assessoria de comunicação da Eletrobras informou que apenas os Postos de Atendimento Avançado, que funcionam em municípios com até 10 mil unidades consumidoras, estarão abertos.

Durante a greve, o consumidor poderá ligar para o call center da Distribuidora (0800 082 0196) para saber qual unidade de atendimento mais próxima estará funcionando.

Pelo call center, o cliente também poderá solicitar os serviços da distribuidora, exceto ligação nova e transferência de nome. O atendimento emergencial, para casos de falta de energia está funcionando normalmente.