Brasil

Três filhos são suspeitos da morte de esposo de deputada federal, diz polícia

Extra online e 1News | 18/06/19 - 09h41 - Atualizado em 18/06/19 - 09h53
Pastor foi morto com mais de 30 tiros | Reprodução / Redes Sociais

Nesta última segunda-feira (17), começou a circular a notícia de que dois filhos da deputada Flordelis estariam envolvidos na morte de seu marido, o pastor Anderson. Mas hoje, a Divisão de Homicídios acredita que na verdade são 3 filhos da deputada que tiveram envolvimento no assassinato cometido na madrugada deste último domingo. Um dos filhos foi preso ainda durante o enterro do pastor e a polícia acredita que a motivação do crime teria sido pelo fato do pastor ter uma relação extra conjugal e os filhos teriam descoberto.

Os agentes apontaram o fato de a vítima ter sido baleada várias vezes na região da genitália e agora estão buscando por um terceiro filho da deputada federal, que também é suspeito de envolvimento no crime. A polícia acredita que ele poderá ser identificado através das imagens de uma câmera de segurança instalada em uma residência próxima ao local onde o pastor foi assassinado. Ainda de acordo com a DH, quando os enteados descobriram, foram tomar satisfação com o pastor e então ele acabou sendo assassinado. Flordelis ainda continua insistindo que a família sofreu uma tentativa de assalto e o marido morreu para proteger a todos.

O filho de Flordelis que foi preso ontem, chama-se Flávio Rodrigues de Souza, ele estava dentro do cemitério que fica em Vista Alegre, São Gonçalo. O outro filho suspeito é o Lucas dos Santos, 18 anos, este foi preso no domingo mesmo quando foi prestar depoimento. Os policiais disseram que cumpriram um mandado de apreensão por envolvimento com o tráfico de drogas.

O pastor conheceu Flordelis em 1993, quando ela e a mãe realizavam cultos em um salão de 60 lugares na Rua Santa Laura, na favela do Jacarezinho. Os dois não demoraram a se casar e, já naquele ano, acolheram 37 crianças vindas da Central do Brasil após uma chacina na região. Seis anos depois, o casal fundou na Rua Ana Nery, no bairro do Rocha, a Comunidade Evangélica Ministério Flordelis. Em 2002, a igreja ganhou um templo com capacidade para 600 pessoas no bairro do Colubandê, em São Gonçalo. As informações constam no site do Ministério Flordelis.