Interior

Uveal classifica prisão de vereador do Pilar como "abuso"

Redação TNH1 | 01/07/19 - 07h48 - Atualizado em 01/07/19 - 10h48
Reprodução vídeo reses sociais

A União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) emitiu uma nota de repúdio à prisão do vereador por Pilar, Paulo Soares, do PSC. Ele foi preso por descumprir medida cautelar que o proibia de se aproximar da primeira-dama do munícipio e secretária de Ciência e Tecnologia, Cecília Lima Herman. Ela denuncou o vereador em 2018 por calúnia nas redes sociais. Soares teria falado que a primeira-dama gostava de "cabaré", depois que ela teria participado de uma festa na cidade. 

Na nota, a prisão do vereador, determianda pelo juiz Phillipe Alcântara e cumprida por equipes da Deic e do Tigre, é classificada como um "abuso". A Uveal ainda ressalta que vai disponilizar ao vereador todo aparato jurídico da entidade.

Leia a nota na íntegra 

A União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) vem a público repudiar o ato de Prisão Preventiva em desfavor do Vereador Paulinho Bugarim, do município de Pilar, enaltecendo que foi disponibilizado todo aparato jurídico da entidade ao vereador, bem como, se associa ao edil para qualquer ato que objetive o seu devido esclarecimento perante a sociedade e aos vereadores de Alagoas. 

Tomaremos em conjunto ao vereador as devidas providências para que não ocorram mais abusos dessa natureza em desfavor de qualquer Vereador no Estado de Alagoas.