Alagoas

Vacinação da segunda dose de CoronaVac é suspensa em Maceió e cidades do interior

TNH1 com Assessorias | 06/05/21 - 13h23 - Atualizado em 06/05/21 - 18h23
Reprodução/ Matthias Stolt

A aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac está novamente suspensa pela falta de doses em Maceió e em cidades do interior de Alagoas. De acordo com informações do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems-AL), são 17 municípios com a vacinação interrompida nesta quinta-feira (06): Campestre, Ibateguara, Igaci, Inhapi, Jacuípe, Jaramataia, Joaquim Gomes, Jundiá, Mata Grande, Minador do Negrão, Novo Lino, Olho d'Água Grande, Palestina, Paripueira, Passo de Camaragibe, São Luis do Quitunde, Satuba.

Na capital alagoana, a Prefeitura chegou a anunciar nessa quarta-feira (05) o início da aplicação da segunda dose para as pessoas que deveriam ter sido imunizadas no dia 27 de abril, e ressaltou que o quantitativo de doses em estoque era baixo. 

Nesta quinta-feira (06), A Secretaria Municipal de Saúde de Maceió informou que não haveria vacinação da segunda dose com a Coronavac, pois ainda não foram recebidos os imunizantes. "A Secretaria esclarece que aguarda o repasse do saldo necessário para retomar a vacinação da segunda dose", disse em nota. 

A Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau), disse, também em nota, que está aguardando o envio de nova remessa do imunizante CoronaVac por parte do Ministério da Saúde (MS), para dar continuidade à distribuição das vacinas junto aos municípios alagoanos.

"A Sesau reforça, ainda, que até o final de abril e início de maio, distribuiu para os municípios alagoanos 34.210 doses do imunizante para aplicação da segunda dose, conforme a demanda apresentada pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs). A distribuição consta em Nota Informativa 28/2021, de 04 de maio deste ano", afirmou. 

Segundo os dados repassados pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems-AL), os 17 municípios alagoanos que ainda não receberam parte da segunda dose (D2) da Coronavac, devem receber o material a partir do próximo sábado (8), de acordo com a previsão do MS.

O Cosems-AL informa ainda que 85 cidades com o prazo de aplicação da vacina de 28 dias vencidos, ou a vencer até o dia 3 maio, receberam 22.500 doses entre os dias 30 de abril e 4 de maio. O presidente da entidade, Rodrigo Buarque, ressaltou que a quantidade de doses recebidas pelo Ministério correspondem apenas a 1/3 das necessidades dos municípios.

 “Vale ressaltar que os 17 municípios que não receberam ainda têm aprazamento de 28 dias a vencer entre até o dia 10 de maio. O Estado está distribuindo aos poucos as D2 de forma equânime para todos os municípios conforme o aprazamento dos 28 dias. Os que estão esperando é porque não venceu o prazo dos 28 dias para administração das D2, de acordo com a data de retirada das D1 nas centrais de imunização”, afirmou Rodrigo Buarque.