Eleições

Veja como foi a votação dos candidatos à Prefeitura de Maceió

TNH1 | 15/11/20 - 09h48 - Atualizado em 17/11/20 - 16h14

Além de candidatos, eles também são eleitores. Os dez nomes que disputam a Prefeitura de Maceió nas eleições deste domingo comparecem às urnas para também participar do processo, e o TNH1 acompanha o voto dos candidatos.

O candidato Ricardo Barbosa (PT) votou no início da tarde, no Colégio Santa Úrsula, em Jatiúca. “Votei com meu coração, com orgulho de ter disputado, de ter feito o bom combate, com a verdadeira plataforma de alternativas de mudança para Maceió. Eu digo a vocês, pelo que vi hoje, por onde andei, os maceioenses vão ter uma grande e grata surpresa, a partir das 17h, quando as urnas forem abertas. Os ventos da mudança vão começar a soprar”, disse Ricardo Barbosa.

A candidata Lenilda Luna (UP) votou nesta tarde, no Educandário Eunice Weaver, em Mangabeiras. Ela estava acompanhada de sua candidata a vice, Vânia Gomes, e de correligionários. “Votei com a certeza de que travamos um bom combate, uma luta heróica de Davi contra Golias, do tostão contra o milhão. Encerramos essa campanha com convicção de que conquistamos nessa eleição milhares de pessoas para acreditar na organização da classe trabalhadora como única alternativa para transformar nossa realidade”, disse Lenilda, após concluir seu voto.

O candidato Josan Leite (Patriota) votou no Colégio Santíssima Trindade, no Barro Duro, pela manhã. Acompanhado da esposa e dos filhos, ele disse esperar que Maceió faça a melhor escolha. "Esse é o momento de fazer a mudança, mudança de verdade, a gente precisa se mobilizar, a gente precisa acreditar que é preciso mudar. Precisamos levar a técnica e o profissionalismo para a Prefeitura", disse Josan.

Acompanhado de familiares e assessores, o candidato Cícero Filho (PCdoB) votou no início da tarde, na Escola Ouvidio Edgar de Albuquerque, no Tabuleiro do Martins. "Maceioenses têm opção no primeiro turno e essa é a hora de fazer a melhor escolha. Que o futuro prefeito ou prefeita de Maceió tenha um olhar sensível para os pobres, para os mais necessitados da nossa capital", disse ao deixar a sessão de votação.

JHC (PSB) votou no Colégio Anchieta, no bairro da Jatiúca. "Fizemos uma campanha limpa, transparente, trouxemos as nossas ideias, fizemos o debate da democracia. E tudo o que nós falamos, nós defendemos durante toda a nossa campanha", destacou o candidato. 

Valéria Correia (Psol), votou por volta das 10h30, no Colégio Intensivo, no bairro da Pajuçara. Ela estava acompanhada pelo candidato a vice, Igor Silva, e uma das filhas. “Nossa campanha focou na importância do voto consciente, em candidatos idôneos. Acredito que cumprimos essa missão, pois o apoio popular nos impulsionou e subimos do sétimo para o quarto lugar, na pesquisa Ibope, de intenções de voto. A mesma estatística mostra que tive a menor taxa de rejeição entre os candidatos à prefeitura de Maceió. Estou confiante e acredito que podemos avançar para o segundo turno, mantendo viva a esperança de uma capital melhor, com direitos sociais, valorização igualitária dos bairros e ética pública”, declarou.

Davi Filho (Progressistas) votou no Espaço Educar, na Ponta Verde. Ele chegou acompanhado de sua esposa, Carol Davino, e do seu vice, Emmanuel Fortes. "Fizemos uma campanha propositiva e estamos bastante confiante que estaremos no segundo turno. Obrigado a todos os maceioenses", disse. 


O candidato Alfredo Gaspar (MDB) votou por volta das 11h, no Cesmac, bairro do Farol. Ele chegou acompanhando do governador de Alagoas, Renan Filho, e do atual prefeito Rui Palmeira. “É a minha primeira eleição. Eu quero agradecer a receptividade do povo de Maceió. Fiz uma campanha baseada em propósitos pra cidade. Eu espero que hoje seja um dia tranquilo, que seja uma eleição limpa, sem compra de votos, que valha a consciência do eleitor e estou muito confiante pala receptividade que tenho recebido nas ruas. É muito importante esse apoio que tenho recebido de Maceió, os apoios que tenho recebido campo político, todos eles baseados em propósitos para a cidade. Isso me tranquiliza muito”, disse Gaspar. 


Na ocasião, cumprimentou eleitores e mesários, e esperou por cerca de vinte minutos na fila da sessão, até poder votar. Na saída, o candidato fez um gesto de vitória e afirmou que está bastante confiante no resultado das urnas, porque representa um projeto da sociedade civil, construído em dois anos de trabalho nos bairros de Maceió.O candidato Corintho Campelo (PMN) votou por volta de 10h, no Colégio Intensivo, no bairro de Pajuçara. Ele foi ao local de votação acompanhado dos filhos e do candidato a vice-prefeito, Roberto Torres.

Corintho, à esquerda, votou em Pajuçara (Crédito: Reprodução/Vídeo)

O primeiro candidato a votar foi Cícero Almeida (DC). Aos 62 anos, ele aproveitou o horário preferencial e, por volta de 8h, esteve no Iate Clube Pajussara, na Rua Doutor Antônio Gouveia, em Pajuçara.

“Acho que o pleito foi muito amador em relação às propostas. São propostas enganosas. Apelo para que as pessoas votem, mesmo diante da pandemia. Maceió está precisando de um grande prefeito, independente de quem seja. Estou acreditando que a gente tenha uma nova oportunidade de cuidar de Maceió. Estou disposto a fazer, espero que a sociedade assim entenda, se não for, vou torcer pela minha cidade, porque amo minha cidade, amo meu povo. Estou pronto e talvez a gente tenha uma grande surpresa no fim da tarde”, afirmou.

(Crédito: Cortesia ao TNH1)

Os registros da votação dos demais candidatos serão publicados ao longo do dia, conforme forem acontecendo.