Polícia

Vídeo: 201 hidrômetros são furtados de residências em Maceió; saiba o que fazer

TNH1 | 18/06/24 - 15h29
Reprodução/Vídeo

Os números de furtos de hidrômetros têm chamado a atenção de quem mora em Maceió e nas cidades da região Metropolitana. Somente no primeiro semestre de 2024, segundo a empresa BRK Ambiental, foram furtados 201 hidrômetros, enquanto durante todo o ano passado, o total foi de 405 crimes.

Na madrugada do último dia 16, câmeras de segurança filmaram um suspeito em uma rua do bairro Benedito Bentes, em Maceió. Ele apareceu andando de um lado para o outro da via. Quando chegava na frente das casas, o homem, vestido com camisa de cor clara e calça, se agachava para pegar o contador de água. Ele até deu chutes para conseguir arrancar o equipamento.

Segundo a população, depois de o homem mexer no hidrômetro de uma casa, a água começou a vazar e deixou o solo encharcado. O suspeito ainda não foi identificado pelas forças de segurança.

"Ocorre cerca de 400 casos por ano. O principal prejudicado nesse caso é o nosso próprio cliente, nosso consumidor, que fica sem o abastecimento por alguns momentos. É necessário que ele faça o Boletim de Oocorrência para que os órgãos competentes de segurança possam fazer o seu trabalho de investigação. Temos mapeado alguns locais em que há maior incidência de furtos e atuado numa substituição até trocando por hidrômetros de plástico, para que não haja esse tipo de atitude. Temos mapeado alguns locais também onde há revenda desse material", explicou ao Fique Alerta o supervisor comercial da BRK, Cilan Nicácio. 

A suspeita é de que os criminosos praticam o furto por acreditarem que o equipamento que mede o consumo de água tem alto valor, o que não é verdade. As pessoas lesadas com o crime devem registrar Boletim de Ocorrência (B.O.) para que a polícia possa investigar o crime. Com o B.O. em mãos, a vítima também garante um novo hidrômetro de forma gratuita com a BRK.