Interior

Vídeo: em protesto, donos de barracas bloqueiam AL-101 Sul, na Barra de São Miguel

Redação TNH1 | 12/03/20 - 07h08 - Atualizado em 12/03/20 - 09h38
Cortesia

Um protesto organizado por proprietários de barracas bloqueou os dois sentidos da AL-101 Sul, na Barra de São Miguel, no início da manhã desta quinta-feira, 12. Eles reivindicaram a ação de retirada dos estabelecimentos à beira da praia. A manifestação teve início às 6h30 e foi encerrada por volta das 8h45.

Os donos das barracas colocaram fogo em pneus e levaram faixas com frases como "O povo clama pela orla", "Só queremos trabalhar" e "Cumpra o que prometeu". Esta última cobrando um suposto acordo feito com a gestão da cidade há anos, para não ter demolição. 

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) foi acionado e enviou a viatura que fica no Polo Industrial, em Marechal Deodoro. Após negociação, que contou com a presença de militares da 5ª Companhia Independente, uma faixa dos dois sentidos foi liberada por volta de 8h. Quarenta e cinco minutos depois, a via foi desobstruída por completo. O trânsito havia ficado congestionado na região.

"O trânsito já está normalizado. A rodovia estava obstruída nos dois sentidos, mas a polícia conseguiu conversar com os manifestantes. A negociação foi tranquila, pacífica, eles queriam chamar a atenção das autoridades competentes para que evitassem a demolição das barracas", disse à TV Pajuçara o tenente-coronel Liziário, do BPRv.

O prefeito da cidade, José Medeiros Nicolau, o Zezeco (MDB), informou que a retirada dos barraqueiros faz parte do ordenamento indicado pela Superintendência do Patrimônio da União (SPU). Um processo de licitação deve acontecer para que todas as pessoas que atuem em solo público tenham direito a concorrer.